D. António Marto

“Foi um encontro muito cordial, no qual expressei ao Papa o agradecimento pelo seu testemunho de esperança e encorajamento neste momento difícil que o mundo atravessa” refere D. António Marto.
Para além da habitual mensagem que todos os anos publica para esta quadra, o prelado quis ainda dedicar palavras de conforto e ânimo aos mais idosos e aos enfermos que, por todas as vicissitudes resultantes da pandemia, são obrigados a estar longe dos afetos dos seus familiares e amigos.