Vitor Faria é o novo chefe regional dos escuteiros

Tomaram posse, ontem (30.06.17), no Santuário de Nossa Senhora da Encarnação, em Leiria, as novas equipas da Junta Regional e Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional de Leiria-Fátima, do Corpo Nacional de Escutas (CNE), para o triénio 2017-2020.

Numa cerimónia que foi presidida pelo Bispo diocesano, Vitor Faria foi empossado chefe da região de Leiria-Fátima do CNE, sucedendo a Pedro Ascenso, que assumiu o cargo nos últimos três anos.

 

 2017-06-30 Tomada posse CNE 20

Antes da tomada de posse, D. António Marto presidiu à Eucaristia, participada por uma assembleia de escuteiros de toda a região.

Na homilia, o bispo diocesano exortou os presentes, enquanto membros do movimento escutista, a “cuidarem da qualidade de vida”, através de uma atitude “espiritual e moral de qualidade”, recomendando atenção para três aspetos que podem “desfigurar” este cuidado.

“O consumismo, que incute nas crianças e adolescentes que a felicidade está em ter muitas coisas; o mundo virtual digital, que, embora nos torne mais próximos, também nos pode fazer perder o sentido da fraternidade; e o individualismo que, com a cultura da indiferença, faz perder o sentido da generosidade.”

 

Um olhar sobre a obra feita

Seguiu-se a cerimónia de tomada de posse, que marcou o início de funções da nova Junta Regional e Conselho Fiscal e Jurisdicional. (Ver abaixo)

O momento foi introduzido pelo presidente do Conselho Regional do movimento escutista, Albertino Rainho, que sublinhou as exigências do CNE enquanto espaço de “formação de pessoas com vista a um mundo melhor”. Este responsável evocou ainda parte do percurso “de grande dinamismo” da Junta Regional cessante.

“Foi um trabalho metódico e organizado, que abriu caminhos em muitas áreas, e que se salientou por várias atividades e momentos, que marcaram a vivência dos nossos escuteiros. A região de Leiria-Fátima sente-se honrada com o empenho desta equipa, à qual manifesta a sua imensa gratidão”, disse aquele dirigente, elogiando concretamente o chefe regional cessante, que tomou a palavra de seguida.      

 

Chefe cessante agradeceu a todos

Pedro Ascenso começou por recordar todos os assistentes regionais do CNE, nomeando-os e lembrando, de forma breve, o seu percurso, sublinhando o contributo de cada um para o crescimento do movimento enquanto “espaço evangelizador”. Dirigiu-se depois ao padre José Henrique Pedrosa, atual assistente regional do CNE, a quem deixou uma palavra de sentido apreço pela entrega de 14 anos.

“Um bem-haja pelo serviço que fazes. És pilar e cimento para todos nós. Tu trabalhas sem cessar e sem te queixares. Crias, com todos, uma relação de verdadeiro irmão escuta, de confidente e de amigo. A nossa região está marcada por ti e pela qualidade da pessoa de Deus que és. A tua fé inspira-nos e desafia-nos!”

2017-06-30 Tomada posse CNE 21 

 

Um escutismo mais próximo

O chefe regional cessante agradeceu também ao Bispo diocesano pela “presença, conforto e aposta” no movimento, e deixou-lhe duas “notas para tornar o escutismo ainda mais próximo”, nas comunidades paroquiais.

“A importância do contacto, conhecimento e estudo do escutismo, na formação dos futuros padres, diáconos permanentes e consagrados, que possam vir a enriquecer, como assistentes, os agrupamentos de escuteiros; e a integração das dinâmicas da catequese e do escutismo ao nível local.”

Pedro Ascenso terminou o seu mandato agradecendo a Deus, à família, e a todos os que com ele trabalharam. Aos novos órgãos, deixou votos de um bom mandato e disponibilidade para ajudar.

Após a leitura da ata de eleição, D. António Marto entregou as insígnias, já benzidas na celebração, aos dirigentes que viriam a tomar posse de seguida, num momento que se concluiu com passagem do “totem regional” (coluna de madeira com a inscrição de todos os agrupamentos de Leiria-Fátima, que simboliza a totalidade da região).

 

Um desafio feito de compromissos

As primeiras palavras do novo chefe regional, Vitor Faria, foram de agradecimento a todos os escuteiros pela confiança na nova equipa. A todos eles, pediu a colaboração para o “desafio” de gerir a região.

“Neste desafio, não pode deixar de estar a missão que nos caracteriza e move: o desenvolvimento integral das crianças e jovens e o nosso contributo para a sua formação e crescimento como cidadãos mais capazes e ativos.”

Sublinhando a vasta dimensão do movimento escutista na região, no país e no mundo, e citando as palavras do fundador, Baden Powell, Vitor Faria alertou para a responsabilidade dos adultos no escutismo, pelo exemplo que são para os mais novos. O novo chefe apontou, também, caminhos de ação para o futuro.

“Deixar o mundo um pouco melhor realiza-se em pequenos retalhos de vida, pequenos gestos e atitudes. É um projeto que começa em cada um, mas que precisa de encontrar eco e motivação… Terá sempre de ser uma proposta de parceria: com os amigos, as empresas e os responsáveis políticos.”

O novo chefe dos escuteiros da região de Leiria-Fátima assumiu o momento como “um tempo de compromisso com a região, a Igreja, os jovens e os ideais do movimento”, e agradeceu a Deus, às famílias e à Junta Regional cessante, pelo trabalho desenvolvido.

“Hoje, é tempo de festa, porque queremos partilhar com o nosso Bispo uma Diocese que se revê neste plano pastoral de alegria no Evangelho. Queremos vincar o sentido de manter a porta do nosso coração aberto ao amor de Cristo, bem como trabalhar na Igreja que somos, para ajudar as nossas crianças e jovens a encontrar o caminho para Jesus, o Homem Novo”, concluiu.

2017-06-30 Tomada posse CNE 22 

 

Sintonia com a Igreja

No fim da cerimónia de tomada de posse, o Bispo diocesano expressou o seu “apreço, reconhecimento e gratidão por toda a obra do escutismo católico na região de Leiria-Fátima”, e pela estreita relação entre o movimento e a Diocese.

“O escutismo tem sido uma escola de humanidade, de valores e de fé e uma bênção para as crianças, jovens, famílias, Igreja e sociedade.”

D. António Marto agradeceu a “dedicação e entusiasmo” da Junta Regional cessante. À nova equipa, desejou felicidades e disponibilizou “apoio e confiança”. Ao movimento, pediu “sintonia com o sentido da Igreja”, em especial nos próximos anos, tendo em vista o Sínodo dos Bispos dedicado aos jovens.

 

2017-06-30 Tomada posse CNE 0

 

Junta Regional de Leiria-Fátima do CNE (triénio 2017/20)

Chefe regional

Vitor Manuel Sousa Faria

Chefe regional adjunto

Pedro Manuel Coelho Simões Carvalho

Secretário regional par a gestão e administração financeira

Pedro Manuel de Melo Nogueira Santos

Secretário regional para a ação educativa

Paulo Jorge Antunes Felizardo

Secretária regional para a formação e recursos adultos

Sofia Alexandra Gualdino Martins Filipe

Secretário regional para a comunicação e imagem

Joaquim Jorge Cerejo Silva

Secretário regional para a ação externa

Patrício Carvalho Duarte

Secretária regional para apoio e gestão local

Isabel Ferreira Vaz Jesus Gaio

 

Faz também parte da Junta Regional, no cargo de assistente regional, o padre José Henrique Pedrosa, nomeado pelo Bispo diocesano.

 

Conselho Fiscal e Jurisdicional

Presidente

Carla Cristina Dionísio Carreira

Vice-presidente

José Afonso de Oliveira Moreira

Secretária

Elsa Sofia Agostinho Nogueira Silva Afonso

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.