“Preparai o caminho do Senhor”

No Advento somos chamados a preparar o caminho do Senhor, a endireitar as veredas desse caminho que devemos percorrer todos os dias.

«Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.» Mt 3, 3

No Advento somos chamados a preparar o caminho do Senhor, a endireitar as veredas desse caminho que devemos percorrer todos os dias.

O que nos ocorre rapidamente é o Sacramento da Penitência, mas a verdade é que muitas vezes ficamos por isso mesmo, ou seja, confessamo-nos e “descansamos” na certeza do perdão de Deus.

Mas um Sacramento nunca acaba na sua celebração, antes pelo contrário, continua porque é vida de Deus em nós e como tal não se finda na absolvição, no caso do Sacramento da Penitência, mas continua no processo do propósito de emenda, que não pode ser apenas um propósito, mas uma realidade vivida no dia a dia.

A Eucaristia, por exemplo, também não acaba no “fim da Missa”, mas sim vive em nós e é vida em nós em cada dia.

E nós temos tantas “curvas” no caminho para o Senhor que precisamos de endireitar!

Pedimos perdão e recebemos o perdão de Deus.

Mas perdoamos nós?

Já perdoámos a quem nos ofendeu ou já pedimos perdão a quem nós ofendemos?

Rezamos, verdadeiramente, o Pai Nosso?

Somos Igreja, afirmamos nós, mas temos sempre em conta que «se um membro sofre, com ele sofrem todos os membros» cf 1Cor 12, 26

É que o caminho do Senhor, as suas veredas, estão cheias de membros que sofrem física, material e espiritualmente, e “endireitar” essas veredas é, sem dúvida, ajudar todos aqueles que necessitam de ajuda, seja ela qual for.

E onde depositamos nós a nossa “segurança” no caminho para o Senhor?

É na Doutrina, na Lei, nos preceitos da Igreja?

Se é, muito bem, mas é por obrigação, por imposição, ou por amor?

É que o Senhor nada impõe, “apenas” ama.

Então a nossa “segurança” tem que ser o amor de Deus em nós e é nesse amor e por esse amor que a Doutrina, a Lei, os preceitos da Igreja se tornam vida em nós, se tornam caminho do Senhor.

«Preparar o caminho do Senhor, endireitar as suas veredas», é caminho de santidade, para a santidade, pela graça de Deus.

Mas ser santo não é ser melhor do que os outros, aos olhos dos homens.

Ser santo é ser cada vez mais para os outros, no amor de Deus, fazendo a vontade de Deus.

E quem em nós prepara o «caminho do Senhor e endireita as suas veredas»?

Apenas o podemos fazer se nos deixarmos conduzir pelo Espírito Santo, porque é Ele que nos mostra tudo o que precisa ser preparado, tudo o que precisa ser endireitado.

Entregues assim ao Espírito Santo deixemos que Ele faça do nosso coração uma “manjedoura de amor», onde nasça todos os dias Jesus Cristo, nosso Salvador, porque Ele «renova todas as coisas». Ap 21, 5

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress