Paróquia da Batalha festejou a Santíssima Trindade

É a maior festa da paróquia da Batalha e aquela que reúne todas as suas comunidades, em honra da Santíssima Trindade. Foi no passado fim-de-semana de 14 e 15 de Junho, com a participação de muitas centenas de fiéis logo no sábado, dia em que se recolhem as várias dezenas de ofertas e andores com os bolos “de ferradura” e o pão, tradicionais desta festividade. Um primeiro cortejo conduziu as oferendas para a igreja do Mosteiro de Santa Maria da Vitória, onde foi celebrada Missa por intenção dos mordomos e na qual se faz a bênção do pão.

A maior concentração registou-se na Missa dominical, que incluiu uma procissão com o Santíssimo Sacramento pelas ruas da vila, acompanhada pela Filarmónica de Avelar.

No final da celebração, seguiu-se o grandioso cortejo que constitui o momento mais tradicional e apreciado pelos populares e turistas que visitam a Batalha por esta ocasião. A célebre passagem pelo “Carvalho do Outeiro” é um dos motivos para a fama deste percurso, sendo o local onde se atiram sobre a multidão os pequenos pães “bentos” que, segundo oráculos antigos, são uma preciosa arma contra a traça das roupas e outras pragas que possam afectar bens e até produtos alimentares. Reza a lenda que tal se deve à promessa dos frades dominicanos, há muitos séculos, de realizar estas festas em agradecimento a Deus por ter protegido os seus celeiros de uma moléstia que atacou a região e semeou a fome entre a população.

Tradição é também a existência de um “imperador”, que assume o encargo de organizar todo o evento, acompanhando a romaria devidamente coroado e trajado de capa e ceptro. Este ano, foi Edite Machado Pragosa a imperatriz.

É também usual serem premiadas as ofertas mais bem decoradas, escolhidas logo no sábado por um júri constituído por diversas entidades religiosas e civis. Assim, este ano, o primeiro prémio foi para Maria Luísa Silva, da Golpilheira, seguindo-se José Travaços Santos, da Batalha, Isabel Costa, da Quinta do Sobrado, Carlos Patrocínio, da Jardoeira, e Francisco Ferreira, do Casal do Quinta.

A festa teve também arraial com quermesse e restauração, na tarde de domingo, com animação pelos ranchos folclóricos “As Lavadeiras do Vale do Lena”, da Golpilheira, e “Salineiras de Lavos”, da Figueira da Foz, e ainda pelo grupo musical “Mundo Novo”.

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.