Pais dos escuteiros dos Pousos querem “reconstruir a nossa casa”

Vamos ter um mural na sede onde ficará registado o nome dos doadores, a título individual, família ou empresa.

No dia 20 de outubro, reuniu pela primeira vez a comissão extraordinária de pais do Agrupamento de escuteiros dos Pousos.

Como definido no plano de atividades do agrupamento, o objetivo desta comissão é o de promover os trabalhos e atividades conducentes à reconstrução da sede, destruída pelo fogo.

Nesta fase ir-se-á dar continuação à reconstrução do anexo ardido. Posteriormente avançar-se-á com a reconstrução da Casa do Guarda, edifício icónico que identifica e preserva a memória da antiga Mata Nacional da Charneca do Bailadouro. A nossa junta de freguesia já manifestou a intenção de assumir esta reconstrução o que registamos com reconhecido apreço.

O projeto de reconstrução do anexo, de autoria do Arquiteto António Moreira prevê a criação de salas para as atividades, sala polivalente, cozinha (mantendo o forno tradicional existente) e balneários.

A criação dos balneários irá permitir a utilização do espaço envolvente à sede para diversas atividades de outros Agrupamentos.

Recomeçamos agora a promoção de diversas iniciativas de angariação de fundos e lançamos neste fim de semana a campanha do “Mural – Renascer das cinzas”.

Vamos ter um mural na sede onde ficará registado o nome dos doadores, a título individual, família ou empresa. O valor do donativo mínimo será de 50,00 (se a título individual) ou 100,00 (se doado por famílias, empresas ou Instituições).

Contamos com o forte empenho e dinamismo dos pais e com o apoio de toda a comunidade.

A comissão extraordinária de pais Agrupamento escuteiros 877 Pousos

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress