“O Seminário não é a casa, são as pessoas”

Estamos em plena Semana dos Seminários, cujo ponto alto será celebrado no próximo domingo, 16 de Novembro. Sob o lema “Servidores da alegria do Evangelho”, inspirado nas palavras e exemplo do Papa Francisco, somos convidados a uma oração mais fervorosa e a uma ação mais profícua para o despertar e desenvolver de vocações sacerdotais na Igreja, nomeadamente, na diocese de Leiria-Fátima.

“As vocações sacerdotais são um dom que Deus faz à sua Igreja para que ela possa continuar a desenvolver a sua missão no meio dos homens. Pela sua vez, esta deve promovê-las, cuidar delas e rezar por elas.” Assim começava a carta enviada aos sacerdotes da diocese de Leiria-Fátima pelo padre José Augusto Rodrigues, reitor do Seminário Diocesano, e que bem pode resumir o sentido desta semana.

A missiva alertava para a “missão exigente”, que é de todos e em particular dos responsáveis pastorais das paróquias, de “cuidar daqueles que caminham em Seminário e entusiasmar os que fazem a experiência dos encontros do Pré-Seminário”, pedindo ainda que não deixem de “interpelar, por palavras e por obras, outros jovens e adolescentes para que possam fazê-lo no futuro”. Isto, claro, para além do “testemunho sacerdotal de amor a Cristo, à Igreja e ao povo de Deus, a quem devemos servir”.

2014-11-13 seminario joseNuma breve conversa com o padre José Augusto, quisemos saber:

Ainda podemos falar de Seminário Diocesano, quando não temos seminaristas residentes na diocese?

Podemos e devemos. O Seminário não é a casa, são as pessoas. A nossa diocese tem 9 seminaristas que vivem no Seminário de Lisboa e acompanha cerca de 30 pré-seminaristas. O Seminário é a instituição da Diocese que tem a responsabilidade de promover a vocação sacerdotal nas comunidades cristãs e acompanhar, ainda que à distância, os seus seminaristas.

No atual panorama do Seminário, o acompanhamento faz-se, de facto, à distância. No entanto, o padre José Augusto continua a considerar que a sua missão é fundamental.

Como a desempenha?

Nas circunstâncias atuais, ser reitor significa: visitar com regularidade e acompanhar os seminaristas; manter um diálogo frequente com a equipa formadora do Seminário onde eles residem; promover a sua integração na vida da diocese; organizar as atividades pastorais de fins de semana para os mais velhos; despertar no clero e nos leigos a necessidade de colaborar com esta causa e de rezar por ela.

Mas também cuidar da gestão económica da instituição, o que implica grande esforço nos tempos atuais. Na carta enviada aos padres, apresentavam-se as contas do Seminário relativas ao último ano, bem como os resultados do peditório anual, que se irá repetir no próximo domingo 16 de novembro. “O resultado do ofertório diocesano não foi suficiente para cobrir um terço das despesas com os nossos seminaristas”, sublinhava o reitor.

E por falar em tempos atuais, perguntámos:

Qual é o maior desafio que a cultura e a sociedade atuais colocam à missão de despertar e formar novas vocações sacerdotais?

É ajudar os jovens e adolescentes a escutar a voz de Deus. No meio de tantos ‘barulhos’ e distrações, é um desafio enorme proporcionar-lhes o ambiente propício para que se perguntem se Deus os chama a serem padres.

O desafio parece estar para durar, já que não se prevê uma alteração nos paradigmas culturais da sociedade em que vivemos. Ainda assim, para concluir a nossa conversa, não resistimos à pergunta:

Sonha com o edifício do Seminário Diocesano novamente cheio de seminaristas?

Sonhar não custa nem faz mal a ninguém. Mas dentro das circunstâncias da sociedade e da Igreja de hoje, é mais realista promover e desenvolver o Pré-Seminário para que possa acompanhar bem os adolescentes e jovens que manifestem sinais de vocação. Se este trabalho for bem feito, acredito que a nossa diocese continuará a ter os padres de que precisa.

 

FOS – Família de Oração pelo Seminário

Esta é uma proposta pastoral inovadora deste ano, cuja primeira iniciativa será a vigília de oração, no próximo dia 14, no Seminário, onde será formalmente apresentada. Trata-se de um convite aos diocesanos a inscrever-se numa “família espiritual” que se comprometa a rezar pelas vocações sacerdotais. Leigos, religiosos, sacerdotes, famílias, congregações religiosas, grupos paroquiais… todos poderão pertencer à FOS, assumindo uma resposta concreta à recomendação de Jesus Cristo: “Pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a sua messe” (Lc 10, 2).

Na prática, todos os meses serão convidados para uma vigília de oração no Seminário, a saber: 18 de dezembro, 15 de janeiro, 19 de fevereiro, 26 de março, 23 de abril, 21 de maio e 18 de junho. Os que não puderem participar receberão um email com uma proposta de oração para rezarem individualmente, em família ou em pequenos grupos, num dia mais conveniente.

O dia 8 de dezembro, solenidade da Imaculada Conceição, padroeira do Seminário, será anualmente o “Dia FOS”, em que esta família será convidada a reunir-se e reforçar os seus laços de amizade.

As inscrições podem fazer-se no Seminário ou para fo.seminario@gmail.com e 244832760, indicando nome, paróquia, e-mail e telefone.

 

Vem Ver +

Outra das propostas apresentadas pelo Seminário de Leira para a promoção da vocação sacerdotal na Diocese intitula-se “Vem Ver +”. Trata-se de uma expressão inspirada no convite de Jesus aos primeiros discípulos para que ficassem com Ele, O conhecessem mais de perto e se sentissem depois interpelados a segui-l’O. O trabalho no âmbito deste projeto é dinamizado por uma equipa de leigos, sacerdotes e religiosos, constituída no final do ano pastoral passado, e concretiza-se em duas áreas específicas: o acompanhamento das atividades do Pré-Seminário e a ação “É bom ser padre”, desenvolvida em encontros de sensibilização e momentos de oração nas paróquias.

Neste momento, está a decorrer nos Parceiros, até ao dia 16, com celebrações na comunidade e encontros com os vários grupos da catequese, pais e catequistas. Nos dias 21 a 30 de novembro, será a vez da paróquia dos Marrazes, num périplo que pretende percorrer a vigararia de Leiria durante este ano.

Uma ação semelhante iniciou-se também esta semana no Colégio de S. Miguel, em Fátima, com uma equipa a visitar todas as turmas de Educação Moral e Religiosa Católica, até ao próximo dia 19 de novembro.

 

Pré-Seminário: encontros e acompanhamento permanente

2014-11-13 seminario3Com a extinção do Seminário Menor, há alguns anos, surgiu o Pré-Seminário como estrutura de acompanhamento aos que se sentem chamados ao sacerdócio e ainda não têm idade para o Seminário Maior (ensino superior). Para além de encontros regulares em grupo, são acompanhados individualmente com alguma regularidade por uma equipa de padres e leigos que ajuda ao seu discernimento vocacional.

Na diocese de Leiria-Fátima há dois grupo constituídos, o Grupo Samuel para rapazes a frequentar do 6.º ao 8.º ano de escolaridade, este ano com 15 elementos, e o Grupo S. Paulo para quem frequenta do 9.º ao 12.º ano, este ano com 18 participantes. “Salienta-se o facto de termos no grupo dos mais velhos quatro rapazes no 12.º ano, que poderão entrar no Seminário no próximo ano lectivo”, sublinha o padre Manuel Henrique de Jesus, responsável pelo Pré-Seminário.

O primeiro encontro deste ano pastoral realizou-se nos passados dias 24 a 26 de outubro, com a participação de 17 pré-seminaristas dos dois grupos. O objetivo foi dar a conhecer o que é esta proposta formativa e a história vocacional de cada um dos padroeiros, Samuel e S. Paulo, para além da elaboração de um Projeto Pessoal de Vida (PPV) para os mais velhos.

Os seminaristas Eduardo Caseiro e Rui Ruivo, que acompanharam o fim de semana, contam como foi: “Várias foram as atividades que preencheram este encontro, tendo sempre no meio o encontro com Jesus Cristo, que preenche as nossas vidas. Foram orientadas pela nova equipa da pastoral vocacional sacerdotal da nossa diocese e incluiu também um momento com o senhor Bispo, seguido de Missa. No domingo, para terminar o encontro, fomos até à paróquia da Vieira de Leiria, celebrando a Missa com a comunidade. O almoço foi com o pároco, padre Miguel Sottomayor, que se apresentou ao nosso grupo, partilhando connosco a sua mesa. O encontro ficou marcado pela oração, alegria e comunhão entre todos. O próximo será já de 14 a 16 de novembro, certamente, daqueles a não perder.”

 

Testemunhos

Clarear as nossas ideias e ouvir mais Deus

Voltar após as férias de verão e rever os colegas e até conhecer novos colegas que frequentam o mesmo que eu é sempre muito bom. Sendo do meu grupo ou não, é sempre bom, e quanto maior forem os grupos melhor será o convívio entre nós, pois buscamos todos o mesmo fim. Durante este fim de semana aconteceram muitas coisas e houve de tudo, só não houve quem ficasse triste com alguma coisa que foi feita. Deu para rir, e muito que se riu, orar para Deus e com Deus, caminhar em oração e conhecer Leiria, tirar partido dos filmes que podemos ver para aplicar no dia a dia, fazer uma reflexão sobre o que vai dentro de nós e o que podemos melhorar e até fazer desporto dentro do Seminário. Enfim, mesmo muito bom, até porque também se passeia e se conhecem outras paróquias. Vivemos todas estas atividades e orações, não como “chatice”, ou porque tem de ser, ou algo do género, mas sim para clarear as nossas ideias e ouvir mais Deus, porque Ele sim tem capacidade para nos guiar para uma vida melhor e para ajudar o próximo. É isto que encontro cada vez que estou presente num encontro de Pré-Seminário: é ouvir e partilhar experiências do nosso dia com seminaristas e com os nossos colegas pré-seminaristas. Assim, há uma ajuda e uma ligação entre todos nós. | Rúben Carreira

 

“Confia n`Ele e vai tudo correr bem!”

Momentos antes de ir para o Pré-Seminário, apenas este pensamento residia na minha cabeça. Confesso que estava bastante nervoso, mas muito feliz! Foram três dias espetaculares! Tivemos momentos para rezar, para brincar, para descansar e para falar. Aproveitei todos os momentos ao máximo e é indescritível o quanto me sinto feliz ao escrever e reviver cada momento. Quero agradecer a todos aqueles que de alguma forma ajudaram a preparar este encontro. Ajudou-me muito a pensar naquilo que Deus realmente quer de mim. Tenho a certeza de que todos nós do Pré-Seminário gostámos muito destes dias. Muito Obrigado! Um dos melhores dias da minha vida! Adorei! | Pedro Fartaria

 

Excertos da mensagem para a Semana dos Seminários

“Assumimos que a via mais segura para o cultivo das vocações sacerdotais entre os jovens exige que todos nós, cristãos, vivamos e testemunhemos a alegria do encontro com o Evangelho.

“Ontem, como hoje, a Igreja e o Mundo reclamam padres que sejam homens de Deus, cheios do Evangelho no coração e na vida, apaixonados por Jesus Cristo, discípulos disponíveis para seguir o Mestre. Não se pede ao padre que seja o compêndio de todas as virtudes humanas e espirituais, o herói que tudo pode e supera, o mestre que domina todas as áreas do saber, a perfeição no agir.

“A sua maior alegria está em acompanhar as comunidades e em as ajudar a caminhar na fé, na esperança e no amor, a irem ao encontro do Senhor e a progredirem como comunidades de discípulos missionários. Sem deixar de ser cristão com os outros cristãos, sem deixar de ser membro da comunidade, o padre é pastor dos outros cristãos e dedica-lhes, com coração indiviso, a totalidade das suas capacidades e forças.

“O Seminário é, já, o lugar, o tempo e a comunidade em que saboreia antecipadamente a alegria de ser rosto, voz, mãos e coração de Deus.

“Ser servidor da alegria do Evangelho significa estar com todos, especialmente com os mais pobres, com os que mais sofrem, com os pecadores e doentes, para lhes comunicar a alegria do Ressuscitado, para restaurar a esperança perdida, para ser sinal da bênção do Deus rico de misericórdia.

“O Seminário é tempo, lugar e comunidade, em que os jovens aprendem a viver a alegria do Evangelho, em que sentem e assumem as alegrias e tristezas da humanidade, no concreto da relação com as pessoas com as quais se cruzam, dentro de casa, na escola de Teologia ou nos trabalhos apostólicos.

† Virgílio do Nascimento Antunes, Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios

 

Materiais pastorais

Para uma vivência mais intensa desta semana e para futura utilização em ações de sensibilização e momentos de oração pelas vocações sacerdotais, foram disponibilizados vários materiais de apoio à pastoral, como catequeses para a infância e para a adolescência, esquemas para a realização de vigílias de oração, uma proposta para a meditação do Rosário, uma lista de preces para a oração dos fiéis na Missa, uma pagela de oração, etc. Esses materiais poderão ser encontrados no novo sítio do Seminário, em www.seminariodeleiria.pt ou neste portal da Diocese.

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.