Missa Crismal com tónica na “conversão permanente”

Na Missa Crismal da manhã de Quinta-Feira Santa, o Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, frisou a importância e atualidade da atitude de conversão e apontou exemplos de Santos cuja vida é disso exemplo. 

Dirigindo-se, de forma especial aos mais de uma centena de padres presentes, o Bispo diocesano começou por apontar a necessidade de uma “conversão teologal”, de serem cada vez mais “homens de Deus. Isto é, “a mostrar a todos a beleza do amor de Deus que se manifesta no rosto misericordioso de Cristo”. À maneira de Santo Agostinho, “escutar Deus e meditar a sua palavra, adorá-l’O, fazer oração, falar-Lhe dos homens e mulheres que encontramos e a quem somos enviados”.

Depois, “mudar o nosso modo de pensar e de se comportar”, numa “conversão moral” que parte do reconhecimento de que “cada um de nós é pastor convertido, ferido curado e curador ferido, apóstolo penitente e pecador perdoado”, como fez Santo Inácio de Loyola. Este é um caminho de santificação a fazer “no e através do ministério da Palavra, dos sacramentos e do acompanhamento pastoral; no amor à Igreja como Corpo de Cristo com a generosa disponibilidade a servi-la onde é preciso e a sofrer por ela; e na resistência à tentação do mundanismo, isto é, da autorreferencialidade e autossuficiência, do narcisismo, do comodismo, do clericalismo, que corroem a alegria da comunhão e o entusiasmo da missão”.

Outra é a “conversão mística que consiste na experiência do gosto, do gozo e do sabor da presença de Deus, da intimidade do seu amor trinitário, do sentir como é delicioso ser tocado por Deus”, como sentia São Francisco Marto ou Santa Teresa de Ávila, verdadeiros exemplos do ser “contemplativos na ação”.

Também importante, a “conversão intelectual que permite adquirir uma inteligência espiritual da situação do mundo e da Igreja”, tão necessária para “ler e avaliar os sinais dos tempos: discernir o positivo e o negativo, encontrar a orientação reta num mundo difícil e não ceder ao pessimismo estéril ou ficar atemorizados”.

Por fim, a “conversão pastoral e missionária”, a exemplo de São João XXIII ou do Beato Paulo VI, no contexto de renovação do Concílio Vaticano II, o do Papa Francisco na atualidade. “A proximidade, o encontro, a simplicidade, o diálogo, o acompanhamento, a escuta, a compaixão, a misericórdia sejam o nosso método missionário para fazer chegar a todos a Boa Notícia, a alegria do Evangelho que é Cristo”, concluiu D. António Marto, na sua homilia.

 

Igreja unida

A Missa Crismal é ocasião especial de celebração da união eclesial, pela participação de todo o presbitério diocesano e de muitos fiéis leigos, entre os quais os religiosos, em torno do Bispo. “Como é bom e agradável que os irmãos vivam unidos”, começou por dizer D. António Marto na sua homilia, citando o salmo 133 e mencionando, de modo especial, os padres jubilários deste ano e os que faleceram desde o ano passado.

É nesta Eucaristia, também, que todos os padres renovam os compromissos que assumiram na sua ordenação e o empenho em “levar os dons de Deus ao seu povo”. No contexto do Centenário da Restauração da Diocese, é ainda maior a necessidade de “nos renovarmos continuamente para corresponder à missão em cada época, em cada situação existencial e dar frutos”, disse o Bispo de Leiria-Fátima.

 

Bênção dos Santos Óleos

É nesta Eucaristia que são benzidos, todos os anos, os Santos Óleos que os sacerdotes levam depois para as respetivas comunidades, para uso nas celebrações.

Na liturgia são usados três Santos Óleos:

1) Santo Crisma, que recebe o nome de Cristo, o Ungido de Deus, confecionado com azeite e bálsamo, consagrado para uso no Batismo, no Crisma, na ordenação dos bispos e dos presbíteros e na sagração ou bênção solene de igrejas, altares e alfaias litúrgicas.

2) Óleo dos Catecúmenos, usado para a unção pré-batismal, a significar a força do cristão na luta contra o mal.

3) Óleo dos Enfermos, para usar no sacramento da Unção dos Doentes, para alívio e fortalecimento dos enfermos e dos idosos, pedindo o dom da saúde e a fortaleza da fé quando a cura possa já não ser possível.

Luís Miguel Ferraz

Ver: Galeria Fotográfica

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…


Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.