Instituto dos Irmãos Maristas

No passado dia 2 de janeiro, os Irmãos Maristas celebraram os 200 anos da sua fundação. A este propósito, retomamos a rubrica “Onde sopra o Espírito” para apresentar mais este instituto, que não está presente na Diocese, mas já esteve no passado, tendo colaborado com o Seminário, a pastoral das vocações e algumas paróquias.

 

 

200 anos de presença na educação

Cerca de 200 irmãos da Província Marista de Compostela, onde se inclui Portugal, assinalaram o bicentenário da fundação do Instituto em Salamanca, numa sessão em que festejaram os irmãos que ajudaram a construir a história do instituto, especialmente os jubilares de ouro e diamante. A comemoração foi também marcada pelo lançamento de um processo de renovação pedagógica que pretende atualizar o carisma marista para o século XXI.

Neste dia de aniversário, 2 de janeiro, o superior dos Maristas, irmão Emili Turú, inaugurou uma escola para filhos de trabalhadores das plantações de chá no Bangladesh.

As comemorações prosseguem a 6 de junho, com a apresentação, em Roma, de três volumes com a história da instituição e a inauguração de uma exposição fotográfica. A 8 de setembro, na Colômbia, realiza-se o capítulo-geral, a assembleia magna dos Maristas.

2017-01-03 sopra1

História

O padre francês Marcelino Champagnat, nascido em 1789 e ordenado em 1816, assistia à hora da morte um jovem de 17 anos e apercebeu-se de que ele não sabia nada do catecismo. Este episódio despertou nele a urgência da formação cristã da juventude e motivou um projeto pensado no seminário, com outros dois companheiros, a Sociedade de Maria, constituída por sacerdotes, irmãos, irmãs e leigos dispostos a dar à Igreja um rosto mariano.

Foi esta a génese do Instituto dos Irmãos Maristas ou Pequenos Irmãos de Maria, fundado a 2 de janeiro de 1817, na aldeia de La Valla, em Lyon. Estes irmãos religiosos tinham por missão responderem à educação cristã da juventude, sobretudo da mais pobre e das zonas rurais. O grande desafio seria “fazer bons cidadãos e virtuosos cristãos”, que será o seu lema.

O Instituto revolucionou os métodos pedagógicos e didáticos do ensino escolar, ao mesmo tempo que procurava tornar acessível a educação às crianças de camadas sociais de fracos recursos.

Champagnat morreu a 6 de junho de 1840, após doença dolorosa. Foi beatificado pelo Papa Pio XII, em 1955, e declarado Santo pelo Papa S. João Paulo II, em 1999.

2017-01-03 sopra2

Espiritualidade e carisma

O Instituto é caracterizado por uma espiritualidade Marista, que brota da tradição de Marcelino Champagnat. Os seus membros são modelados pela presença e amor de Deus, confiança em Deus, amor a Jesus e ao seu Evangelho, simplicidade (realista), espírito de família e vivência de uma espiritualidade mariana, compassiva, comunitária, eucarística, relacional e afetiva, missionária, apaixonada e prática.

O seu carisma é caracterizado por uma vida em comunhão entre si, irmãos e leigos maristas, convidados a serem místicos e profetas em comunhão. A mística responde à espiritualidade, a profecia responde à missão, a comunhão responde à dimensão comunitária que os maristas são chamados a viver na Igreja.

Missão e ação

A finalidade do Instituto está intimamente ligada às suas características: viver na Igreja uma espiritualidade, exercer no interior da Igreja e da sociedade uma missão e viver a espiritualidade e a missão em comunhão.

Concretamente, a sua missão pode traduz-se na educação cristã da juventude, através da catequese e do ensino em geral, essencialmente através da escola, mas também no trabalho regular com a juventude nas paróquias e nos grupos da pastoral juvenil.

As três grandes orientações e intuições em relação ao apostolado são: uma vida consagrada nova, arreigada firmemente no Evangelho, que promova um novo modo de ser Irmão; uma nova relação entre irmãos e leigos, baseada na comunhão, buscando juntos uma maior vitalidade do carisma marista para o nosso mundo; uma presença fortemente significativa entre as crianças e jovens pobres.

A Congregação dos Irmãos Maristas teve também, desde o seu início, uma dimensão claramente missionária.

No mundo e em Portugal

Ao longo de 200 anos, houve cerca de 38.000 Irmãos Maristas. Atualmente, a sua influência estende-se a quatro instituições religiosas e uma laical, estando presente em cerca de 80 países, com mais de 3.500 religiosos e 72.000 leigos, envolvendo cerca de 650.000 crianças e jovens nos cinco continentes.

Os Maristas chegaram a Portugal há 70 anos, a 15 de fevereiro de 1947. A Província Marista de Compostela compreende, além de Portugal, as comunidades autónomas espanholas de Castela e Leão, das Astúrias e da Galiza, que desenvolvem atividade em 17 colégios, duas residências universitárias e um centro de acolhimento para rapazes em situações de risco. A presença da província estende-se às Honduras, a um colégio e um centro para “meninos da rua”, assim como a casas de encontro e oração, comunidades onde trabalham maristas e não maristas e albergues em regiões de praia e montanha.

Segundo o anuário católico de 2015, são atualmente 18 religiosos de votos perpétuos a residir em Portugal e quatro no estrangeiro. Dirigem dois colégios de referência, um em Lisboa e outro em Carcavelos, onde estudam cerca de 3.000 alunos, desde o pré-escolar até ao 12.º ano. Dirigem também o Lar de Ermesinde, uma Casa de Acolhimento Residencial Especializada, que acolhe crianças e jovens em risco, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 6 e 18 anos. Estão ainda presentes em Vouzela, onde têm uma casa de formação e centro juvenil.

Através da Fundação Champagnat, em parceria com outras entidades, desenvolvem ainda vários projetos como a Casa da Criança de Tires e a Ludoteca da Adroana, ambos no concelho de Cascais.

 

Mensagem de aniversário do Superior

A propósito do bicentenário, o Superior-Geral do Instituto, irmão Emili Turú, escreveu uma mensagem onde salienta que este é um momento de dar graças pela vida da congregação, de pedir perdão por alguns erros do passado e de renovar o compromisso com a educação integral das crianças e dos jovens, inspirada nos valores evangélicos. “Recebemos hoje, depois de 200 anos, uma herança maravilhosa, cheia de luzes, mas também com as suas sombras. É sobre essa herança que nos comprometemos a construir o futuro. Queremos aproveitar a oportunidade para um novo começo”.

Dirigindo-se à família marista dos cinco continentes, acrescenta: “Queremos renovar os nossos compromissos com a Igreja e com o mundo”. Em seguida, lembra alguns dos compromissos maristas: melhorar continuamente o serviço evangelizador, através da educação das crianças e dos jovens, dar atenção a quem se encontra em situação de maior vulnerabilidade e promover os direitos das crianças.

Ir. António Leal – Delegado dos Irmãos Maristas em Portugal

 

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.