Conferência na vigararia de Porto de Mós: “Matrimónio: vivência do amor à imagem de Deus”

Cerca de oito dezenas de pessoas participaram, no passado dia 7 de março, na igreja de S. Pedro, em Porto de Mós, numa conferência com o tema “Matrimónio, vivência do amor à imagem de Deus”, pelo padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima.

Segundo informação enviada pelo vigário de Porto de Mós, padre José Alves, o orador “começou por apresentar as conclusões de um inquérito recente sobre o Matrimónio e as razões que levam muitos casais a não se casarem atualmente”, fazendo depois uma leitura “sobre o modo como o casamento foi compreendido e vivido pelos cristãos ao longo da história”. A partir desses dados, “apresentou a teologia do Matrimónio partindo dos documentos do Concílio do Vatiacano II”.

Durante o debate que se seguiu, não faltaram questões pertinentes como “por que é que os padres falam daquilo que eles recusam viver” ou sobre temas como a recusa da Comunhão sacramental aos divorciados recados e às pessoas em união de facto. O padre Carlos Cabecinhas esclareceu que o celibato é outra vocação igualmente valiosa e importante na Igreja, e que, mesmo não tendo experiência matrimonial, qualquer padre poderá apresentar a mensagem da Bíblia sobre o amor humano e a doutrina da Igreja sobre o Matrimónio. E foi com base nessa doutrina que foi respondendo às questões colocadas.

A iniciativa foi da vigararia de Porto de Mós e “foi uma conferência em que todos gostaram de participar, ficando ainda muitas perguntas por fazer… num próxima oportunidade”, conclui o padre José Alves.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress