Centenário do nascimento de Chiara Lubich: “Um dia vi uma luz e segui-a”

Chiara foi uma mística: contemplou a realidade de Deus e recebeu d’Ele a luz e o amor que lhe inflamaram o coração.

Ocorreu, no dia 22 de janeiro, o centenário do nascimento de Chiara Lubich (1920-2008), fundadora do Movimento dos Focolares e figura inspiradora de milhões de pessoas em muitos países. Numa carta de 1946, definia assim a experiência que iluminou e inspirou a sua vida e obra:

«Repara, eu sou uma alma que passa por este mundo. 

Vi muitas coisas belas e boas e senti-me sempre atraída somente por elas. 

Um dia (dia indefinido) vi uma luz. Pareceu-me mais bela do que as outras coisas belas e segui-a. Percebi que era a Verdade. (…) 

Imediatamente a amei e, para mim, possui-la era a única verdadeira alegria. (…) 

E vi e amei Deus na Verdade. 

Melhor: Jesus foi o Rei do meu coração.

E a Ele dei apaixonadamente a vida e quis, por seu amor, tudo esquecer e perder…».

(Cartas dos Primeiros Tempos, p. 104-105)

Chiara foi uma mística: contemplou a realidade de Deus e recebeu d’Ele a luz e o amor que lhe inflamaram o coração.  Mas, ao mesmo tempo, tornou-se profeta e apóstola do amor, do encontro, da relação e da unidade. A sua espiritualidade une a Deus e aos irmãos em humanidade, é “penetrar na mais alta contemplação e permanecer misturado com todos, lado a lado com os outros”, como escreve numa meditação. Recebem-se de Deus o seu amor e desígnios sobre a humanidade e espalham-se nela a luz divina partilhando com o “próximo a injúria, a fome, os ultrajes e as alegrias breves”. É assim uma mística que procurou iluminar e incarnar no mundo a espiritualidade que recebeu de Deus. Difundiu uma espiritualidade prática com a palavra de Deus inspiradora e motivadora da ação e o amor ao próximo como motor e expressão de fraternidade que levam ao encontro, à relação, à valorização e a cooperação com qualquer pessoa, para além das suas diferenças.

 A vida e a palavra apaixonadas, inspiradas no Evangelho e no mistério trinitário de Deus, iluminaram e atraíram muitos em todo o mundo, cativados pelo seu ideal da unidade. Escutaram-na e associaram-se a ela fiéis católicos, cristãos de várias igrejas, crentes de diferentes religiões e mesmo pessoas de convicções diversas das religiosas. 

O seu desejo de construir uma fraternidade universal a partir do amor recíproco, aplicado a diferentes áreas da vida e das atividades do mundo, fez com que quisessem colaborar também nesse projeto artistas, políticos, agentes económicos, educadores, comunicadores e investigadores, além de membros e pastores de Igrejas cristãs e líderes religiosos de diferentes crenças. 

O Movimento dos Focolares, por ela fundado e que herdou o seu património carismático, continua a fazer desenvolver, em várias partes do mundo, uma floresta de iniciativas e projetos que brotaram e continuam a germinar das sementes do Evangelho que Chiara Lubich espalhou a mãos largas por este mundo. 

O mundo unido pelo qual ela trabalhou é um ideal, mas também projeto e obra em construção onde dois ou três se unem no nome de Jesus ou simplesmente se juntam inspirados pela regra de ouro: faz aos outros como desejarias que te fizessem a ti, ou, pelo menos, não faças aos outros o que não queres que te façam a ti.

Chiara Lubich foi e é uma personalidade inspiradora para construir um mundo mais justo e fraterno, como o pensa e deseja Jesus e pelo qual orou ao Pai: “… que todos sejam um só, como Tu, Pai, estás em mim e Eu em ti” (Jo 17, 21).

Refira-se que na Diocese de Leiria-Fátima também se encontram membros do Movimento dos Focolares em várias paróquias. Por esse motivo, no dia do centenário, na sé de Leiria, houve missa de ação de graças a Deus pelo dom que foi Chiara Lubich para a Igreja e a humanidade.

Leia esta e outras notícias na...

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.