Celebração da Igreja Ortodoxa na Batalha

A Ucrânia tornou-se independente da ex-URSS em 24 de Agosto de 1991. A data da independência é amplamente festejada e, neste 25.º aniversário, foi-o também, embora só a 4 de Setembro, na Batalha, onde é já habitual reunir-se dominicalmente a comunidade da Igreja Ortodoxa Ucraniana residente nesta região.

A Missa, presidida pelo capelão da comunidade, P. Juvenaliy, foi na igreja matriz da Batalha, cedida pelo Bispo de Leiria-Fátima para as celebrações desta comunidade desde há cerca de ano e meio. Começou pelas 10h00 e terminou perto da hora de almoço, com cerca de uma centena de participantes, vindos da Batalha, de Leiria, da Maceira, da Marinha Grande, do Cartaxo e de outras localidades próximas.

A refeição comunitária, servida no centro paroquial da Batalha, foi animada por música clássica e popular, declamação de poesia, dança, e outras artes e passatempos partilhados por talentosos adultos, jovens e crianças naturais da Ucrânia e a residir entre nós. Contou ainda com a participação especial do Coralis, grupo coral feminino de Leiria, cuja maestrina actual é, precisamente, imigrante ucaniana.

Com a presença do pároco da Batalha, padre José Gonçalves, e também do presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, e do vereador Carlos Agostinho Monteiro, foi uma tarde familiar muito calorosa, onde os valores da pátria, da amizade e do encontro de culturas (também gastronómicas) estiveram bem presentes. E também Deus, que está em permanente referência nas músicas e tradições populares destes cristãos ortodoxos. Um dos momentos mais profundos foi, precisamente, uma canção de oração pelos combatentes e milhares de civis que têm sido vítimas da guerra que a Rússia mantém com este país, sobretudo na região da Crimeia.

No final do convívio, o padre Juvenaliy aproveitou para agradecer o caloroso acolhimento que tem sido oferecido à comunidade ortodoxa pela Diocese, e em especial pelo pároco e pela comunidade católica da Batalha. E partilhou um desejo que tem sido acalentado pelos ucranianos da região, a construção de um templo próprio. “Gostamos muito da Batalha e gostaríamos de construir aqui uma pequena igreja nossa, um espaço próprio adaptado e decorado para o nosso culto”, referiu, adiantando que espera contar com o apoio dos “irmãos católicos” e da autarquia local para a realização desse objectivo. Até porque “queremos que seja uma igreja de portas abertas a todos, onde poderemos partilhar com a comunidade local as nossas tradições e a nossa cultura”, concluiu o capelão desta comunidade imigrante.

2016-09-06 ortodoxa2

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.