Espaço ACEGE

Na realidade não é de Mozart nem de arte que falamos, mas de valores básicos da natureza humana. E é este o testemunho de Paulo Lameiro