Caranguejeira

A atividade teve início nas Cortes, na sexta-feira à noite, com um raid noturno até à Quinta do Escuteiro, na Batalha, onde finalmente parámos e montámos campo para podermos descansar.
O projeto, liderado pela caranguejeirense Irmã Lúcia Cândido, superiora da congregação das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras em São Tomé e Príncipe, constitui-se já de uma escola, um jardim infantil, uma creche, um berçário, um lar de idosos, um centro de apoio a grávidas, uma carpintaria e, mais recentemente, de um refeitório social que dá uma refeição diária a 1200 crianças.