Souto da Carpalhosa: Do pecado “encapuzado” ao branco da Ressurreição

O Tríduo Pascal teve este ano, no Souto da Carpalhosa, a particularidade de o anúncio e a apresentação do programa ter sido feito por alguns escuteiros encapuzados e vestidos de negro.

Pretendeu-se simbolizar “a vida de pecado, as dificuldades e a escuridão da vida longe de Deus”, relata o blogue da paróquia. Na Vigília Pascal, “estes mesmos elementos iniciaram a celebração, retirando as máscaras no momento do acender a luz, sinal de Cristo Ressuscitado, e entraram, agora vestidos de branco, tocando campainhas, durante o canto do Glória”. Além destes, participaram na animação das celebrações do Tríduo alguns acólitos, catequizandos e famílias da paróquia.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress