Símbolos das JMJ estão na Diocese das Forças Armadas e de Segurança

Esta peregrinação terminará no dia 29 de dezembro, dia em que a diocese de Viana do Castelo acolhe os Símbolos da JMJ.
http://lefa.pt/?p=51356

Faltam…

00Dias
00Horas
00Minutos
00Segundos

Para a JMJ 2023!

Desde o dia 2 de dezembro, os Símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) estão em peregrinação pela Diocese das Forças Armadas e das Forças de Segurança. A peregrinação nesta diocese, sendo uma diocese sem território, vai levar a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani a percorrer diversas unidades operacionais, formativas e hospitalares das Forças Armadas e das Forças de Segurança ao longo de todo o nosso país.

Receção dos Símbolos da JMJ na Base Naval de Lisboa © Ricardo Perna / JMJ Lisboa 2023

Os Símbolos estiveram na Academia Militar no dia 6 de dezembro, onde os Comités Organizadores Diocesanos (COD) e o Comité Organizador Local (COL) se encontraram para mais uma reunião de preparação da JMJ Lisboa 2023 e uma vigília de oração. No dia 13 de dezembro, às 15h00, a Cruz e o Ícone estarão na Base Aérea Nº5, em Monte Real.

D. Rui Valério, Bispo da Diocese das Forças Armadas e das Forças de Segurança, afirmou que a passagem dos Símbolos será um momento fundamental “para chegar ao coração dos jovens”, já que “é algo visível e no qual eles podem reencontrar, seja na Cruz, seja na figura maternal da Virgem Maria Santíssima, os sentimentos do próprio Deus, dirigidos a eles”.

Esta peregrinação terminará no dia 29 de dezembro, dia em que a diocese de Viana do Castelo acolhe os Símbolos da JMJ.

Testemunho

Recordar a minha participação na JMJ é recordar o banho de multidão que encheu o aeródromo de Quatro Ventos em Madrid. Estávamos no ano 2011. Na vigília noturna, uma chuva torrencial caía sobre cerca de um milhão de peregrinos , que se mantinham firmes enquanto escutavam as palavras do papa Bento XVI, que nos convidava a permanecermos firmes na fé. Anos mais tarde, no verão de 2016, era a vez de Cracóvia nos acolher. E recordo exatamente esse gesto tão identitário do cristianismo (na verdade, transversal a todas as grandes experiências religiosas): o acolhimento. Recordo a família que me acolheu, em Pcim, uma pequena comunidade a 50 km de Cracóvia. Um lar onde todas as manhãs, entre gestos que procuravam a única língua comum que nos unia, partilhávamos a mesa na alegria de nos sabermos Filhos do mesmo Deus. São experiências de multidão, de fraternidade, de acolhimento e de partilha da fé, vivida e celebrada, que marcam a identidade cristã de milhões e milhões de jovens de todo o mundo que já tiveram a alegria de participar num JMJ. E tu, do que estás à espera?

Pe Eduardo Caseiro – Paróquia da Barreira – JMJ Madrid 2011 e JMJ Cracóvia 2016

Sabias que…

Já está disponível o livro Meditações do Terço da JMJ para todos, com linguagem pictográfica, braille e Língua Gestual Portuguesa?

Foto Ricardo Perna / JMJ Lisboa 2023

No dia 5 de dezembro de 2022, foi apresentado o livro de meditações do Terço da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 adaptadas para linguagem pictográfica e braille. Paralelamente, foram também disponibilizadas as meditações em Língua Gestual Portuguesa e formato áudio. Este livro, que surgiu de uma parceria entre a Fundação JMJ Lisboa 2023, o Instituto Politécnico de Leiria e o Corpo Nacional de Escutas, permitirá que todos os que tenham alguma deficiência visual, cognitiva e auditiva possam utilizar estas meditações do Terço na sua preparação para a JMJ Lisboa 2023. O Comité Organizador Diocesano (COD) de Leiria-Fátima tem um destes livros, que disponibiliza para consulta a todos os que precisarem.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email
Captura de ecrã 2024-04-17, às 12.19.04

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress