Semana de Oração pelas Vocações: de 1 a 8 de maio

Para ajudar na dinamização desta semana em cada comunidade, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) da diocese de Leiria-Fátima preparou alguns materiais que podem ser úteis.

No 4º Domingo da Páscoa, Domingo do Bom Pastor, que este ano ocorre no dia 8 de maio, a Igreja celebra o Dia Mundial de Oração pelas Vocações. Na semana que antecede esse dia e que tem início já no próximo dia 1 de maio, a Igreja convida todos os fiéis a rezar pelas vocações sacerdotais, religiosas, missionárias, matrimoniais e outras.

Para ajudar na dinamização desta semana em cada comunidade, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) da diocese de Leiria-Fátima preparou alguns materiais que podem ser úteis. Entre as inúmeras propostas, encontram-se catequeses para várias faixas etárias, uma proposta de aula de EMRC, invocações para a oração dos fiéis para domingo e dias feriais, vigílias de oração, meditação dos mistérios do rosário e esquema para adoração eucarística por a semana integrar a primeira sexta-feira do mês de maio.

Maio, mês vocacional

Para além destas sugestões, também é lançada a proposta “Maio, mês vocacional“, para que cada comunidade assuma o compromisso de rezar pelas vocações num dia do mês de maio. A ideia consiste em que cada grupo ou comunidade programe e organize um ou mais momentos de oração pelas vocações durante o mês. Todas as paróquias que programarem uma ou mais celebrações desse tipo, deverão informar o SAV para serem incluídas na lista diocesana dos participantes na “grande oração vocacional”. Para esse efeito foi disponibilizado formulário próprio.

Materiais para a semana:
http://l-f.pt/Qrpu
Formulário para Maio, mês vocacional:
https://bit.ly/mes-vocacional

Nota Pastoral da Comissão Episcopal Vocações e Ministérios

A Semana das Vocações, neste ano de 2022, decorre entre os dias 1 e 8 de maio, culminando no IV domingo da Páscoa, em que a Igreja celebra o 59º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. Em cada ano, constituiu uma oportunidade para o testemunho de pessoas que se deixaram tocar pelo amor de Deus, a oração pelas vocações de especial consagração e a reflexão catequética nas paróquias e nas famílias.

No contexto atual, entre as experiências da pandemia e da guerra, as vocações podem ser contempladas como dons ativos de Deus, que requerem o acolhimento (com)passivo de pessoas que estejam dispostas a deixarem-se transformar pela bondade com que o próprio Deus quer destinar-lhes e, a partir delas, “aspergi-la” por gestos concretos em favor dos que fogem da ansiedade que rouba o sentido de viver e dos anseiam pela paz.

O chamamento de Deus surge, pois, sempre para cada homem e mulher como convocação para uma Igreja que, por sua vez, é chamada a organizar-se como caminho sinodal de comunhão, participação e missão. São estas as caraterísticas fundamentais para qualquer estilo de vida que transpareça, pela graça de Deus, a vocação universal à santidade.

Nesta hora de tremenda mudança, o verbo da missão ─ envio a ajudar ─ conjuga-se com o verbo da vocação ─ chamar os que ainda não encontraram o seu sentido não em ideias abstratas, mas em ações concretas de bem para a humanidade.

Que sobretudo os jovens, durante esta semana, possam encontrar nas nossas comunidades verdadeiros “púlpitos” a partir onde possam ser escutados e, consequentemente, possam estar mais abertos a escutar a Palavra de Deus que os (ch)ama.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress