Seiça elegeu delegado ao Sínodo

Procedendo-se à eleição do Delegado Sinodal, foi atribuída esta incumbência ao Fernando Paquim a quem desejamos sucesso nesta tarefa. 

Seguindo o repto do cardeal D. António Marto e conforme convite feito pelo pároco José Luís Ferreira, decorreu no dia 3 de outubro um encontro com o objetivo preparar a participação e resposta da paróquia a este grande desígnio da Igreja: o SÍnodo 2021-2023. 

Procedendo-se à eleição do Delegado Sinodal, foi atribuída esta incumbência ao Fernando Paquim a quem desejamos sucesso nesta tarefa. 

Um obrigado aos que participaram e fica o convite a todos para que se juntem no próximo encontro pois é imprescindível a participação de todos. 

Conforme nos refere o nosso Bispo Cardeal D. António Marto na sua mensagem:

Sob o tema “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”, o Papa Francisco convocou o Sínodo dos Bispos, com a sua assembleia em 2023. Ele deseja, no entanto, que toda a Igreja seja desde já envolvida no caminho sinodal, pois, segundo as suas palavras, «o caminho da sinodalidade é o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milênio». Na sua essência, o processo sinodal, significa o caminhar juntos e em conjunto como povo de Deus em comunhão. Isto implica que todos os fiéis somos corresponsáveis na vida e missão da Igreja através das diversas modalidades de participação. Deve ser, pois, “um evento espiritual de discernimento” através da participação, da escuta uns dos outros, do diálogo, da análise, da avaliação das opções, para assim discernir o que o Espírito Santo sugere à Igreja em ordem à sua missão neste tempo e neste mundo. «Cada um à escuta dos outros; e todos à escuta do Espírito Santo», como diz o Papa.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress