Relatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo é apresentado em Leiria

No Centro de Diálogo Intercultural de Leiria (antiga igreja da Misericórdia), às 18h30, do dia 4 de Junho.
http://lefa.pt/?p=57892

Relatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai ser apresentado na Diocese de Leiria-Fátima, no Centro de Diálogo Intercultural de Leiria (antiga igreja da Misericórdia), às 18h30, do dia 4 de Junho.

Depois da abertura por Paulo Aido, jornalista da instituição, a Catarina Martins de Bettencourt, diretora da Fundação AIS, apresenta os dados mais importantes do relatório. A sessão conta com a presença do bispo da Diocese de Leiria Fátima, D. José Ornelas.

O documento de 2023 é a 16ª edição do Relatório da Liberdade Religiosa no Mundo da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, produzido de dois em dois anos.

O Relatório é publicado em inglês, francês, alemão, italiano, português e espanhol.

Captura de ecrã 2024-05-29, às 14.17.24

Um relatório único

Publicado de 2 em 2 anos, em vários idiomas, e difundido em mais de duas dezenas de países, o Relatório da Liberdade Religiosa no Mundo, que já vai na décima sexta edição, é o único estudo a nível internacional realizado por uma instituição católica que regista as violações ao nível dos direitos humanos, nomeadamente o direito fundamental da liberdade religiosa em todo o mundo, examinando a situação de todas as religiões numa análise a 196 países.

Este documento examina a situação em todos os países, realçando as práticas jurídico-institucionais restritivas e os casos socioculturais ou ideológicos que envolvam qualquer tipo de imposição, coerção, violação ou perseguição de indivíduos com base na sua religião, na sua fé ou nas suas convicções.

Produzido por mais de três dezenas de autores, o Relatório procura sublinhar a importância da liberdade religiosa, consagrada na Carta Universal dos Direitos Humanos no seu artigo 18º, assim como alertar para os sérios reveses que se têm vindo a verificar em várias regiões do globo.

As questões religiosas estão na base de processos de discriminação, exclusão e perseguição de milhões de pessoas de todas as crenças em muitos países.

O relatório é dirigido essencialmente a jornalistas, académicos, cientistas, políticos – crentes e não crentes – , procurando sublinhar a importância da liberdade religiosa para a dignidade humana e o desenvolvimento das sociedades.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress