Relato da criação e encíclica papal inspiraram celebração de encerramento da Semana da Vida nos Pousos

Esta festa do 8º ano da catequese tem o intuito de celebrar a Vida, a vida nas suas diversas origens.

“Deus viu tudo o que tinha feito, era tudo muito bom”. Foi com esta leitura do livro do Génesis que se iniciou a celebração Festa da Vida, no sábado passado, na paróquia dos Pousos. 

Esta festa do 8º ano da catequese tem o intuito de celebrar a Vida, a vida nas suas diversas origens.

Este ano centrou-se essencialmente na vida do planeta e de como nós tão sabiamente o destruímos e o tomamos como só nosso, sem nos preocuparmos com o outro ou com as gerações futuras, alguém um dia disse,” … esta terra não é nossa, somente somos fiéis depositários”. A fim de alertar esta tendência que temos para a destruição dos recursos naturais, o excesso de consumo, o pouco cuidado com as nossas florestas e a nossa inércia perante isto tudo. O grupo do 8ºano achou por bem, com a concordância do padre Luís, fazer desta celebração um apelo, e enviar uma mensagem a todos nós para que a nossa atitude deixe de ser passiva e passe a ser uma atitude pró-ativa. Em jeito de catequese foram lidos textos bíblicos e rezados, acompanhados de imagens de como seria o mundo ideal e de como estamos a deixá-lo, terminando com um filme baseado na encíclica do Papa Francisco “Laudato si`”, na qual o pontífice critica o consumismo e o desenvolvimento irresponsável, fazendo um apelo à mudança e à união no combate à degradação do planeta.

Semana da Vida nos Pousos

Toda esta mensagem foi transmitida na habitual Eucaristia de sábado, não ficando indiferentes a mais de meia centena de catequizandos, pais e padrinhos do grupo do 8ºano, assim como a restante assembleia. Uma celebração simples, mas bem vivida, tanto nos cânticos, como nas leituras e nas abordagens do nosso pároco.  

Como diz Sophia de Mello Breyner Andresen, “Vemos, ouvimos e lemos não podemos ignorar”

Ps. Para recordar esta festa foi entregue aos catequizados pela mão dos seus padrinhos, um coração feito em string-art com materiais reaproveitados, e no coração, a cruz símbolo da vida cristã.

Célia Costa

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress