Paróquias acolhem e promovem atividades culturais

A paróquia, como célula viva da Igreja, assume um papel de relevo na promoção cultural. Nas paróquias da Diocese, são várias as dinâmicas que promovem o diálogo cultural.

Muitas delas são dinamizadas por entidades exteriores mas encontram, na disponibilidade da paróquia, condições únicas para a sua concretização. Nesta abertura à sociedade que serve, a paróquia procura, através do seu contributo, alavancar as dinâmicas que contribuem para uma promoção da recreação e da formação, tendo no horizonte uma comunhão cada vez mais estreita. Atento a esta realidade, o Presente Leiria-Fátima foi conhecer alguns dos exemplos que refletem uma disponibilidade crescente que promove o dinamismo cultural.

2015-01-08 Destaque Marrazes

Quando em 2005 se deu início à construção do novo auditório na Quinta do Alçada, os paroquianos dos Marrazes estavam longe de imaginar a tragédia que iria acontecer, seis anos mais tarde, em agosto de 2011. O novo espaço, integrado nas obras da nova igreja de Nossa Senhora de Fátima, já estava concluído e os responsáveis paroquiais já ponderavam sob a melhor forma de o rentabilizar quando, numa trágica noite, num curto espaço de tempo, o espaço ficou reduzido a cinzas. Suspeitou-se de obra criminosa, mas as investigações levadas a cabo pela polícia judiciária não resultaram em qualquer acusação, tendo sido arquivadas. Apesar do revés, a vontade dos paroquianos não esmoreceu e alguns meses depois, o espaço entrava em obras com vista à sua recuperação. “Foi tudo refeito de origem e gastámos para cima de duzentos mil euros”, informa o padre Augusto Gonçalves, pároco dos Marrazes.

Ao serviço da comunidade

Renascido das cinzas, o auditório de Nossa Senhora de Fátima apresenta-se agora como um espaço renovado. Com capacidade para 276 lugares sentados, o recinto disponibiliza condições ótimas ao nível da acústica, garante o pároco. A atestar as boas condições da sala, estão as diversas dinâmicas de caráter lúdico e formativo que ali se realizam.
Resultado de uma parceria entre a paróquia e a edilidade, realizam-se naquele espaço as atividades extra curriculares (AEC), que são atendidas pelos alunos das escolas limítrofes. Para além das normais atividades pastorais que se realizam naquele lugar, o auditório de Nossa Senhora de Fátima tem sido rentabilizado através da realização de vários eventos culturais. “Já ali tivemos concertos com o padre José Luís Borga, com o padre João Paulo Vaz, noites de fado, atuações de grupos corais, representações teatrais e até noites de ilusionismo.” Confinante ao auditório, o edifício dispõe ainda de duas salas polivalentes com capacidade para 70 e 100 pessoas.
Pelas diversas atividades culturais, formativas e lúdicas, o auditório de Nossa Senhora de Fátima assume-se como um espaço de encontro e dinamização cultural de excelência e o padre Augusto Gonçalves garante uma disponibilidade total para a realização de outras actividades, desde que sirvam o interesse da comunidade.

Dar vida à cultura

Espetáculos de teatro, festivais da canção, sessões de formação, são alguns dos eventos já realizados no auditório do centro pastoral de Santa Eufémia. Para além das 20 salas que servem a conferência vicentina, o jornal paroquial “Mais Além” e a catequese, o centro pastoral dispõe ainda de um auditório com capacidade para 290 lugares.
Utilizado pelas diferentes dinâmicas paroquiais, “o espaço reúne condições únicas”, afiança o padre Bernardo Morganiça, pároco de Santa Eufémia. “Quando há encontros ao nível vicarial, normalmente, é aqui que se realizam.”
É também ali que o Teatro de Animação de Santa Eufémia (TASE) apresenta muitos dos espetáculos que prepara. Através de um protocolo realizado com a paróquia, o grupo usufrui daquele espaço, mediante o pagamento de um contributo. Com sede na paróquia, o TASE tem como lema “dar vida à cultura” e é composto por dezenas de atores de diferentes faixas etárias. O ano passado apresentaram oito espetáculos no auditório paroquial, informa Artur Agostinho, presidente do TASE, ao nosso jornal. “Nas apresentações que trazem mais público, o auditório paroquial tem sido essencial. Estas parcerias são fundamentais para que haja uma dinâmica cultural nas paróquias”, considera o responsável.

2015-01-08 Destaque Santa Eufemia

Aproveitar as condições ideais

O mesmo poderá dizer Flávio Soares, catequista do 6.º ano na paróquia de Santa Eufémia, que aproveitou as salas do centro pastoral para empreender o seu projeto de formação. Foi ali que o “Centro de Talentos” deu os primeiros passos, quando a paróquia lhe cedeu uma sala, onde deu as primeiras aulas de iniciação à informática. Aproveitando esta parceria, Flávio dinamizou ainda um curso de recursos didáticos e multimédia, com a duração de dois anos. “Uma vez que a paróquia me estava a ceder o espaço, pude oferecer um desconto aos catequistas que quiseram fazer a formação.” O projeto de Flávio cresceu e agora encontra-se num espaço próprio onde, em conjunto com o primo, dá formação na área das línguas e da música, mas não esquece o espaço que lhe ajudou a lançar-se no mercado. “Temos condições excelentes no centro pastoral… Temos aquilo que muitas paróquias sonhavam ter.”
Acolher as reuniões vicariais é apenas uma das valências do salão paroquial de Vermoil, contou ao PRESENTE o padre Orlandino Bom, pároco de Vermoil e de Meirinhas. Com uma capacidade de 250 lugares, a utilização do espaço alarga-se para lá das previstas nas ações pastorais, estendendo-se ao Centro Social Júlio Antunes, uma instituição particular de solidariedade social da paróquia, aos infantários, à escola primária e à junta de freguesia, que ali promove ações de formação. Esta procura deve-se, na opinião do pároco, “às boas condições de som e imagem que ali são disponibilizadas”.

2015-01-08 Destaque Vermoil

 

Leia esta e outras notícias na...

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.