Paróquia do Arrabal em destaque no jornal Presente

“Generosidade no expoente máximo”

No ano de 1592, foi criada a freguesia de Santa Margarida do Arrabal, em honra daquela santa, num local onde existia uma ermida consagrada à mesma. Ficou com seis confrarias que davam ao cura um tostão cada uma com a oferta voluntária de meio alqueire de trigo.

Assim se escreve a história do Arrabal: com uma generosidade que se tem mantido ao longo dos anos. António Pereira Faria, pároco no Arrabal há 12 anos, assume que esta é uma paróquia com gente generosa e voluntária, factor que tem minimizado os efeitos da crise económica em várias famílias. Exemplo dessa generosidade no expoente máximo é o trabalho desenvolvido pela Conferência de São Vicente de Paulo, que é responsável pela loja social do Arrabal. O grupo catequético também assume um papel relevante na evangelização dos mais novos da paróquia, tal como o Agrupamento de Escuteiros. O grupo de Apostolado da Oração é outro dos movimentos de destaque do Arrabal, que conta ainda com a dinâmica da Fundação Lar Santa Margarida.

Ao nível de património, o Arrabal também cuida do que é seu. A igreja matriz foi construída no século XVI, tendo sofrido as últimas obras de reconstrução em 1937. Foi restaurada alguns anos depois, em 1946. Os últimos trabalhos foram realizados em 1978 sendo pároco o padre António Marques Simão. A igreja matriz de Santa Margarida apresenta azulejos do século XVII, que lhe conferem uma riqueza patrimonial inestimável.

Na igreja matriz sobressai a imagem de Santa Margarida com os seus atributos: palma do martírio, espada e dragão – símbolos da vitória sobre o pecado; do lado da epístola vê-se a Santíssima Trindade – figuração antiga. Na igreja veneram-se os Santos Nuno e Sebastião. De um lado e do outro da capela-mor, no altar do Evangelho, está São José e o Sagrado Coração de Jesus e, no da Epístola, encontram-se Santo António, Nossa Senhora de Fátima, o Menino Jesus e a Sagrada Família. No corpo da igreja podem ver-se as imagens do Arcanjo São Miguel, Santa Teresinha, Nossa Senhora da Conceição e ainda um altar com Nossa Senhora das Dores e o Senhor Morto, em vitrina.

Mas esta é apenas uma “pincelada” de um trabalho bem mais desenvolvido, que poderá encontrar no jornal Presente Leiria-Fátima desta semana (17.10.2013), onde se publica ainda uma entrevista ao pároco.

Leia esta e outras notícias na...

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.