Paróquia da Freixianda acolheu com entusiasmo os símbolos da JMJ

No domingo, dia 14, os símbolos foram sendo conduzidos por Seiça, Alburitel, Formigais, Ribeira do Fárrio e Rio de Couros, tendo chegado, pela calada da noite, à Freixianda.
http://lefa.pt/?p=52858

Depois de terem marcado presença na peregrinação do 13 de maio, em Fátima, os símbolos das JMJ foram conduzidos para a nossa vigararia, tendo sido acolhidos, na noite desse dia 13, à entrada da cidade de Ourém e daí levados em procissão para a igreja matriz. Os nossos jovens participaram nesta atividade vicarial. No domingo, dia 14, os símbolos foram sendo conduzidos por Seiça, Alburitel, Formigais, Ribeira do Fárrio e Rio de Couros, tendo chegado, pela calada da noite, à Freixianda.

Foram acolhidos, à entrada da vila, junto ao Parque de Lazer, e daí conduzidos em procissão até à igreja paroquial. Ninguém contou as pessoas mas não será exagero dizer que seriam mais de duas centenas, entre crianças, jovens, adultos e até pessoas de mais idade. Registamos e agradecemos a colaboração imprescindível da GNR que orientou a caminhada, a participação de elementos dos nossos bombeiros que fizeram guarda de honra à cruz peregrina e ao ícone de Nossa Senhora, e ainda a presença de representantes da Câmara e da Junta de Freguesia.

Do Parque de Lazer à igreja, as pessoas iam-se revezando na condução dos símbolos. Todos queriam tocar-lhes. Ao longo do percurso, houve várias paragens, previamente assinaladas com elementos decorativos, para a leitura, meditação e oração de algumas estações da “Via Lucis”. De uma para outra estação, o grupo coral, na sua maioria gente ainda jovem, entoavam cânticos apropriados ao tema de cada estação. Merecem o nosso louvor e a nossa gratidão.

Chegados à igreja, com os símbolos já expostos, fez-se a última estação, houve um momento de veneração dos símbolos e rezou-se a oração oficial da JMJ. O pároco, que presidiu, manifestou a sua alegria pelo entusiasmo com que todos quiseram acolher estes símbolos que já percorreram mais de 90 países em todo o mundo e que agora estavam entre nós. Foi uma honra para todos nós e para a nossa terra poder recebê-los. Mas foi também uma interpelação. Os símbolos das JMJ são sobretudo símbolos do Amor de Deus e do carinho de Nossa Senhora, que também precisamos de acolher sempre ao longo da vida.

Quase a concluir, o pároco agradeceu à GNR, aos Bombeiros e à Autarquia. Para com o grupo coral e os jovens e animadores de jovens que estiveram na base da organização de tudo o que pudemos vivenciar, neste final de domingo, o pároco teve palavras de reconhecimento e gratidão. A assembleia aplaudiu com uma vibrante salva de palmas. A celebração terminou com o cântico do Hino da JMJ acompanhado com gestos.

Na segunda feira, dia 15, houve missa de manhã e, ao meio da manhã, a oração do Rosário, com a presença dos utentes do Lar do Centro Social . Ao fim da manhã, os símbolos foram conduzidos para a paróquia de Urqueira.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress