Novo vigário-geral da Diocese toma posse

D. José Ornelas referiu-se de modo especial aos padres Jorge Guarda e Manuel Armindo Janeiro, "pois neles se manifesta um ato especialmente significativo para a vida da nossa Igreja diocesana.
http://lefa.pt/?p=53974

No dia 23 de julho, a catedral de Leiria encheu-se de fiéis para participar na Eucaristia em que tomou posse o novo vigário-geral da diocese de Leiria-Fátima. A Missa das 19h00 foi a escolhida para formalizar a substituição do padre Jorge Guarda pelo padre Armindo Janeiro.

Para além da celebração normal do dia, a cerimónia de tomada de posse propriamente dita teve vários momentos, desde a leitura do decreto de nomeação pelo chanceler diocesano, até à assinatura da ata de empossamento, passando pelo juramento de fidelidade do padre que, até então, paroquiou Nossa Senhora da Piedade, em Ourém.

JURAMENTO DE FIDELIDADE
https://youtu.be/VxUZbva28bA

Na homilia, para além das habituais referências às leituras proferidas na liturgia da Palavra, D. José Ornelas referiu-se de modo especial aos padres Jorge Guarda e Manuel Armindo Janeiro, “pois neles se manifesta um ato especialmente significativo para a vida da nossa Igreja diocesana: a continuidade do serviço do Vigário-Geral – o mais direto colaborador e seu representante e substituto, quando necessário – na vida da Diocese”.

Nesse sentido, agradeceu ao padre Jorge Guarda “pela dedicação e espírito de serviço fiel, generoso e fraterno na nossa Igreja de Leiria-Fátima e especialmente pelos 25 anos na função de Vigário-Geral”. referiu ainda o “gosto e privilégio que foi ter partilhado consigo a vida e a missão, neste ano e meio que levo na Diocese”, e a “sua alma de pastor, de irmão, de cuidado para com a Igreja de Deus e pela paciência de ter sido meu tutor e guia no conhecimento desta Diocese”.

Ao padre Manuel Armindo Janeiro fez uma saudação de boas-vindas e agradeceu “por aceitar o convite para vir continuar o trabalho do padre Jorge e partilhar comigo, de modo mais próximo, o serviço a esta Igreja de Leiria-Fátima”. Acrescentou que “o parecer dos presbíteros da Diocese foi expressivo”.

HOMILIA
https://youtu.be/-zAafptBJPQ

Já no final da celebração, o vigário-geral cessante dirigiu uma palavra de agradecimento aos presentes, nomeadamente ao sacerdote que o vai substituir nas suas funções, a quem deseja “os melhores frutos na continuação do mesmo serviço à Igreja de Leiria-Fátima, na colaboração com o Bispo e na promoção da comunhão e da missão evangelizadora desta Igreja local”. Agradeceu também aos três bispos com quem colaborou, D. Serafim, D. António Marto e D. José Ornelas, pela “confiança em mim depositada e a todos os padres, religiosos e religiosas, fiéis leigos e autoridades civis e de segurança que me ajudaram e comigo colaboraram em múltiplos serviços, equipas, comissões e atividades”. A sua intervenção serviu também para pedir “desculpa e mesmo perdão a todos aqueles que se tenham sentido magoados com as minhas palavras, ações ou omissões, e também por não ter correspondido bem às expectativas em mim depositadas no desempenho deste serviço para o bem do povo de Deus e dos seus pastores”. A partir de agora, irá assumir uma nova missão pastoral em Ourém e na Gondemaria. “Abraço-a com alegria e confiança”, disse, acrescentando que “procurarei desempenhá-la com amor, sabedoria, discernimento, zelo pastoral e em espírito e estilo sinodal, caminhando com todos e suscitando a maior e diversificada colaboração nas comunidades paroquiais”.

Agradecimento de despedida do Pe Jorge Guarda
https://youtu.be/23tpRLF2jrA

Saudação do novo vigário-geral
O padre Armindo Janeiro também se dirigiu à assembleia nos termos que passamos a descrever:

Neste momento, desejo agradecer ao nosso bispo D. José e aos meus irmãos no ministério ordenado, a confiança em mim depositada, e pedir a todos vós, meus irmãos na graça do baptismo, que rezeis por mim para que seja fiel à missão hoje assumida.

As dificuldades da hora presente não são pequenas, bem o sabemos, mas o centro não somos nós nem os nossos limites, é Deus e o seu Reino de justiça, paz e amor: projecto de salvação, infinitamente maior que todo o pecado da humanidade. Por isso, alegra-me continuar a oferecer a minha vida a Deus para servir o seu Povo que peregrina nesta Diocese, tal como o fazem os meus irmãos no ministério ordenado…

Centrados em Deus, havemos de fazer de cada dificuldade uma oportunidade para anunciar a alegria do Evangelho e promover, com as comunidades que servimos, o discernimento que nos fará compreender melhor os caminhos pelos quais o Senhor Ressuscitado nos quer conduzir, na alegria e na forço do Espírito Santo. Assim nos mantenhamos nós dóceis à Sua acção, como o fez Maria, mãe de Jesus e nossa Mãe.

SAUDAÇÃO DO VIGÁRIO-GERAL
https://youtu.be/Dq6riXWhhJg
ÁLBUM FOTOGRÁFICO
https://lefa.pt/?p=53978

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email
Captura de ecrã 2024-04-17, às 12.19.04

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress