Novo pároco das Matas e de Espite quer assembleias vivas

O Padre Marcelo Morais iniciou no dia 8 de setembro a sua missão de pároco das Matas e de Espite, sucedendo ao padre Rogério Chitapa, do Sumbe (Angola), que terminou a sua estadia na diocese de Leiria-Fátima.

A tomada de posse decorreu nas respetivas igrejas paroquiais com a presença do Vigário Geral, em representação do Bispo diocesano. Numa intervenção inicial, o padre Jorge Guarda citou estas palavras de S. Pedro: “Apascentai o rebanho de Deus que vos foi confiado, governando-o … de boa vontade, tal como Deus quer; … com zelo; não com um poder autoritário sobre a herança do Senhor, mas como modelos do rebanho” (1 Pe 5, 2-3). Depois, disse que “o pároco não é um funcionário de serviços religiosos, é sim discípulo missionário de Jesus Cristo” que, em nome d’Ele, “assume a missão de líder da comunidade cristã, mestre da fé, pai e irmão mais velho.”

Os fiéis manifestaram com gestos e palavras o seu acolhimento e agradecimento a um e outro sacerdote. O grupo de jovens das Matas, que teve uma participação muito ativa na celebração da missa, deu uma lembrança ao padre Rogério, para ele não se esquecer deles e desta paróquia, e ao padre Marcelo ofereceu-lhe a camisola do grupo, esperando a sua ajuda.

O padre Marcelo, além dos gestos formais, apresentou-se como um padre e um irmão de trato simples. Disse desejar servir as comunidades e que quer assembleias vivas e alegres, capazes de atrair os mais jovens para Jesus.
Após as missas, houve um almoço de confraternização em Espite, reunindo fiéis de ambas as paróquias.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress