Mensagem do cardeal D. António Marto por ocasião da peregrinação de outubro a Fátima

Por força das circunstâncias, o número de peregrinos que poderão entrar no recinto será limitado. Não pode haver reserva prévia de lugares, mas haverá marcação dos espaços que se podem ocupar para que seja garantida segurança a todos os peregrinos presentes.
Armas Bispo 200px

Caros peregrinos

Este tem sido um ano particularmente difícil para todos nós. Temos sido postos à prova em todas as dimensões da nossa vida, com as consequências desta pandemia: doença, isolamento, desemprego, dificuldades económicas, morte de pessoas queridas, suspensão de costumes que nos são caros. Até na forma como comunitariamente celebramos a nossa fé.

Temos sido testados nas nossas forças e na nossa capacidade de resistência. Mas não podemos desistir. A escuridão e a incerteza que atravessam os nossos dias não durarão para sempre. Este é o maior ensinamento da nossa fé, que a mensagem de Fátima tão bem sublinha. O bem triunfará! Em maio passado, com sentido de responsabilidade pela saúde pública, tendo em conta a situação da pandemia, pedi-vos para não virdes à nossa tão querida peregrinação. Estava em causa a nossa saúde e a vossa resposta foi exemplar, como tem sido a resposta dos cristãos neste tempo de pandemia, quer no respeito pelas regras definidas pelas autoridades de saúde quer na expressão da ajuda ao outro, nas suas fragilidades. Neste momento, em Portugal estamos em Estado de Contingência e há um aumento muito significativo de doentes de covid-19.

Temos de evitar grandes ajuntamentos e multidões. Por tudo isto, na próxima peregrinação de 12 e 13 de outubro teremos de ter algumas restrições, para que a peregrinação, no respeito pelas indicações das autoridades de saúde, não constitua um perigo acrescido de contágio.

Por força das circunstâncias, o número de peregrinos que poderão entrar no recinto será limitado. Não pode haver reserva prévia de lugares, mas haverá marcação dos espaços que se podem ocupar para que seja garantida segurança a todos os peregrinos presentes. O acesso ao recinto do Santuário será condicionado e entrarão peregrinos até se atingir o número máximo previsto no Plano de Contingência. Sei que para muitos, que não poderão entrar, será mais uma prova dolorosa a enfrentar. Peço-vos que encaremos esta situação com fé e responsabilidade cívica.

Também para nós, responsáveis do Santuário de Fátima, é doloroso ter de tomar estas decisões, já que a nossa missão é acolher a todos. Contamos com a oração de todos. Estamos certos de que, passado este tempo de pandemia, poderemos voltar a celebrar neste lugar tão significativo, sem as atuais restrições e com todos os que queiram vir.

O Santuário continua aberto todos os dias, com um programa de celebrações, permitindo que todos por aqui possam passar mesmo fora das grandes peregrinações. Este será sempre um espaço que nos convida a sentirmo-nos acolhidos por esse Coração Imaculado, que é expressão do imenso Coração de Deus.

https://youtu.be/GpcTs0yrwHM

Vídeo da mensagem: https://youtu.be/GpcTs0yrwHM

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.