Lectio divina para o Domingo de Páscoa, Ano C (Podcast)

Descarregue o podcast da Lectio Divina no seu telemóvel e faça a sua reflexão em qualquer lugar e a qualquer hora...

Texto: José Baptista, P.
Vozes: Sílvia Malta e Jorge Maia
Pós-Produção: José Simões, Rádio Canção Nova

Onde encontrar o Senhor vivo?

Introdução

Passado o sagrado dia de sábado, Maria Madalena vai ao encontro do Senhor “morto”, um encontro que lhe permita aliviar o sofrimento e a saudade. Desolação das desolações: sepulcro aberto, mas o Senhor não estava lá. Parte, a correr, ao encontro daqueles que, como ela, tinham sede de Deus. Instala-se a inquietação: “que terá acontecido?”. Ainda não tinham entendido… Só o encontro pessoal com Cristo ressuscitado, acalma a dor, esbate a dúvida, cria certezas. Não será a Eucaristia dominical ocasião que o Senhor nos oferece hoje para o encontro com Ele vivo?

Palavra de Deus (Jo 20,1-9)

Vais escutar uma passagem do evangelho segundo São João 

No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro e viu a pedra retirada do sepulcro. Correu então e foi ter com Simão Pedro e com o discípulo predileto de Jesus e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram». Pedro partiu com o outro discípulo e foram ambos ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo antecipou-se, correndo mais depressa do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. Debruçando-se, viu as ligaduras no chão, mas não entrou. Entretanto, chegou também Simão Pedro, que o seguira. Entrou no sepulcro e viu as ligaduras no chão e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não com as ligaduras, mas enrolado à parte. Entrou também o outro discípulo que chegara primeiro ao sepulcro: viu e acreditou. Na verdade, ainda não tinham entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dos mortos.

Meditação

No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro…

O primeiro dia da semana, manhãzinha, ainda escuro, aponta-nos para o início de um novo ciclo na história da salvação, na nossa história… O tempo do encontro com Deus é o agora.  

  • Estou atento às inspirações do Espírito, para o encontro com o Ressuscitado? Sabendo que cada momento de chamamento divino é momento de graça, continuo a perder oportunidades? 

… viu a pedra retirada do sepulcro. Correu então e foi ter com Simão Pedro…

O ver, julgar e agir é o motor da vida do cristão. E também a partilha e procura com outros.

  • Vivendo no mundo dominado pela profusão e exaltação da imagem, procuro discernir o que é de Deus (vida) ou da mentira (morte)?  Presto atenção e “corro” a anunciar boas novas? Ou “corro” a divulgar notícias e acontecimentos que aumentam e dispersam o mal?

Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram. 

A “perda” de Deus leva à perda do sentido da vida e do que somos. Porque procurais entre os mortos aquele que vive? 

  • Tenho consciência de que filosofias e doutrinas de autossatisfação e autoconhecimento me afastam de Deus,  levando-me a pensar que não é necessário na minha vida? Onde busco o encontro com o Senhor?

… ainda não tinham entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dos mortos.

Só em Deus o nosso espírito encontra tranquilidade. A busca é permanente e não podemos querer “entender Deus”. A Escritura é lugar onde Deus se nos dá a conhecer. 

  • Na minha oração, leio a Palavra de Deus e ponho-me nas mãos dele, aceitando e fazendo a sua vontade? Ou procuro limitar Deus à minha forma de pensar, querendo compreendê-Lo, mais do que deixar-me amar e ensinar por Ele? 

Ao longo da semana e especialmente na Eucaristia dominical, procura momentos de encontro pessoal com Cristo. Encontro que, por Ele,  te levem à proximidade com os outros, particularmente com os “mais pequenos”.

Oração 

Vinde, Espírito Santo,
enche-nos de desejo do encontro com o Senhor;
guia os nossos passos para Ele;
abre-nos os olhos para ver e o coração para compreender;
envia-nos ao encontro daqueles que Te procuram
e põe em nossos lábios palavras de ressurreição.

OUVIR
https://anchor.fm/leiria-fatima
DESCARREGAR
http://l-f.pt/podlec

Esquemas alternativos em texto: https://lectio.leiria-fatima.pt