Lectio divina para o 16º Domingo do Tempo, Ano C (Podcast)

Descarregue o podcast da Lectio Divina no seu telemóvel e faça a sua reflexão em qualquer lugar e a qualquer hora...

Texto: Tiago Silva, P.
Vozes: Íris Santos e Tiago Duarte
Pós-Produção: José Simões

Tempo para O Único Necessário

Lectio Divina para o Domingo XVI do Tempo Comum (Ano C) — PODCAST

Introdução

Estamos em pleno Verão. É um tempo onde as pessoas têm a possibilidade de experimentar algum tempo mais tranquilo, com as férias, em família. As nossas comunidades também abrandam um pouco a atividade pastoral. Mas não há férias de Deus. Este é antes um momento oportuno para ter mais tempo para Deus, um momento favorável para dar o primeiro lugar ao que efetivamente é mais importante na vida, ou seja, a escuta da Palavra do Senhor. É o que nos recorda o Evangelho deste domingo.

Palavra de Deus

Vamos escutar uma passagem do Evangelho segundo São Lucas (Lc 10,38-42)

Naquele tempo, Jesus entrou em certa povoação e uma mulher chamada Marta recebeu-O em sua casa. Ela tinha uma irmã chamada Maria, que, sentada aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Entretanto, Marta atarefava-se com muito serviço. Interveio então e disse: «Senhor, não Te importas que minha irmã me deixe sozinha a servir? Diz-lhe que venha ajudar-me». O Senhor respondeu-lhe: «Marta, Marta, andas inquieta e preocupada com muitas coisas, quando uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada».

Meditação

“Uma mulher chamada Marta recebeu-O em sua casa”

Também eu posso receber Jesus em minha casa, na minha vida.

Esta página do Evangelho adapta-se como nunca ao tempo das férias, porque recorda o facto de que a pessoa humana deve trabalhar, comprometer-se nas ocupações domésticas e profissionais, mas antes de tudo precisa de Deus, que é a luz interior de Amor e de Verdade. 

Aproveito as férias para estar mais com Jesus e cultivar a espiritualidade, em casa ou em contacto com a natureza?

“Maria, sentada aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.”

Enquanto Marta se ocupa dos meios para bem receber Jesus, para que não lhe faltasse alimento e algumas comodidades, Maria dá atenção a Jesus e escuta-o como discípula. 

Procuro escutar Jesus na minha vida de cada dia e presto a devida atenção às pessoas que encontro e às que vivem ou trabalham comigo?  

“Marta, Marta, andas inquieta e preocupada com muitas coisas, quando uma só é necessária.”

Sem amor, até as atividades mais importantes perdem valor, e não dão alegria. Sem um significado profundo, todo o nosso fazer reduz-se a um ativismo estéril e desorganizado. E quem nos dá o Amor e a Verdade, a não ser Jesus Cristo? Na Eucaristia acolhemos Jesus em nossa casa, e fazemos a escolha pelo “único necessário”. 

Busco Jesus e o seu amor e escuto o seu Evangelho, também nos nossos tempos mais tranquilos?

 Oração

Escutando no nosso coração o ensinamento de Jesus, rezemos como ele ensinou:

Pai Nosso, que estais nos céus…

OUVIR
https://anchor.fm/leiria-fatima
DESCARREGAR
http://l-f.pt/podlec

Esquemas alternativos em texto: https://lectio.leiria-fatima.pt