“Igreja velha” do Olival é monumento de interesse público

 

A Igreja de Nossa Senhora da Purificação do Olival foi classificada de monumento de interesse público. A decisão veio publicada em Diário da República, no passado dia 12 de fevereiro.

Nessa mesma edição, (Diário da República, 2.ª série — N.º 30 — 12 de fevereiro de 2014) é ainda fixada a zona especial de proteção que circunscreve o templo.

No descritivo publicado são realçados “os revestimentos interiores com painéis de azulejos azuis e brancos e azulejos de padrão polícromos, o retábulo-mor de talha dourada setecentista, que integra uma imagem da padroeira, e duas pinturas seiscentistas, às quais se juntam três esculturas de pedra do século XV”. A classificação da Igreja de Nossa Senhora da Purificação, paroquial do Olival, reflete “os critérios relativos ao caráter matricial do bem, ao seu interesse como testemunho simbólico ou religioso, ao seu valor estético, técnico e material intrínseco, à sua conceção arquitetónica, urbanística e paisagística, e à sua extensão e ao que nela se reflete do ponto de vista da memória coletiva”.

No que se refere à zona especial de proteção, o artigo explica que a classificação “tem em consideração a integração do imóvel no seu presente contexto urbano, bem como a proximidade da Casa das Conchas, entendido como detendo interesse patrimonial relevante”. Esta delimitação “visa assegurar a salvaguarda do templo na evolução do tecido urbano, garantindo o seu enquadramento e as perspetivas da sua contemplação”.

 

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress