Igreja da Golpilheira em festa a 25 de Fevereiro: Bênção dos vitrais e das imagens dos Pastorinhos

A celebração da Missa será às 11h00, presidida pelo padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima...
http://lefa.pt/?p=56441

A Comunidade Cristã da Golpilheira vai estar em festa, no domingo 25 de Fevereiro, com a celebração da bênção dos vitrais e das imagens dos Pastorinhos, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, o principal centro de culto desta freguesia civil da paróquia da Batalha.

A celebração da Missa será às 11h00, presidida pelo padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, que aceitou “com alegria” o convite do pároco e da Comissão da Igreja para cimentar esta ligação já indelével àquele Santuário. Recorde-se que, aquando da restauração desta igreja em 2016, para aqui foram oferecidos o altar, a coluna de Nossa Senhora, o cadeiral do presbitério e outras peças de mobiliário litúrgico da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, que fora também renovada no mesmo ano.

Logo após a celebração, ainda na igreja, será feita uma breve apresentação destas obras de arte que em muito vêm enriquecer o património artístico e cultural da Comunidade. A sessão contará coma presença de Marco Daniel Duarte, director do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima, da artista Sílvia Patrício e dos vitralistas Sérgio Bernardo e Margarida Ângelo, entre outros convidados ligados a estas obras.

Por fim, toda a comunidade será convidada para um almoço festivo, com porco no espeto e outros petiscos, cujos bilhetes serão disponibilizados nos locais habituais (membros da Comissão e escritório Ferraz Seguros). A receita reverte para estas obras de arte.

A tarde continuará em convívio, com animação musical pelo Duo Renascer.

VITRAIS

Uma das intenções do projecto que ficou por realizar em 2016, à data da reinauguração, era dotar os cerca de 50 m2 de janelas e portas com um programa de vitrais que dignificasse o templo e fosse uma verdadeira obra de arte.

A ideia ganhou força em 2017, ao vencer o orçamento participativo municipal desse ano, no valor de 30 mil euros, com a maioria dos votos recolhidos em todo o concelho da Batalha.

O projecto iconográfico foi proposto por Marco Daniel Duarte e o desenho dos vitrais foi encomendado à conceituada artista leiriense Sílvia Patrício, que tinha assinado nesse ano a autoria dos retratos oficiais usados na celebração de canonização dos dois Pastorinhos de Fátima, Francisco e Jacinta Marto.

A execução foi adjudicada ao atelier Vitrais Portugal, dos vitralistas Sérgio Bernardo e Margarida Ângelo, formados na antiga Escola de Artes e Ofícios Tradicionais da Batalha.

Não foi uma campanha fácil, dada a complexidade e os pormenores técnicos inovadores que foram usados, pelo que viria a prolongar-se até meados de 2021.

É uma obra de grande vulto, cujo valor final ascende acerca de 60 mil euros, mas que representa para a Golpilheira uma mais-valia patrimonial inestimável, dando a esta igreja uma identidade que já mereceu referências a nível nacional e internacional.

A pandemia e outras condicionantes foram adiando a festa de inauguração desta obra de arte… e, entretanto, surgiu o novo projecto de execução de um conjunto de imagens dos Pastorinhos de Fátima. Decidiu-se, então, que seria feita a celebração inaugural de todo o conjunto apenas após a conclusão destas imagens.

IMAGENS DE JACINTA, FRANCISCO E LÚCIA

Sendo esta igreja dedicada a Nossa Senhora de Fátima, com uma imagem de grande valor artístico mandada fazer pelos nossos antepassados em 1948, há vários anos que se falava na “ausência” dos três videntes que foram também protagonistas das Aparições. A aquisição destas imagens fazia parte do projecto de restauração da igreja, embora numa segunda fase, pois não se pretendia uma estatuária “industrial” pré-fabricada, mas sim uma obra de arte original e única, no mesmo objectivo da valorização patrimonial do edifício e da Comunidade.

Esta ideia ganhou força com a canonização dos dois irmãos Marto pelo Papa Francisco, em 2017, mas só em 2022 ficaram pagas todas as dívidas existentes e foi possível pensar na sua concretização. Assim, foi pedido um estudo a Sílvia Patrício, mais uma vez com assessoria de Marco Daniel Duarte, cujo resultado agradou ao pároco, à Comissão e à Comunidade em geral, sempre consultada em sessões de apresentação do projecto.

Trata-se de um conjunto dos três Pastorinhos, pois, embora a Lúcia não esteja ainda beatificada, já foi considerada venerável e acreditamos que virá também a ser canonizada. Assim, garante-se que fiquem com o mesmo tipo de representação, enquanto crianças que eram à data das Aparições.

As imagens são em tamanho real, pelo que nos é dado saber da sua estatura, e foram pensadas para colocar no chão, ao nível da assembleia. É uma opção arrojada e não muito comum, que permitirá uma leitura de proximidade – de “Santos ao pé da porta”, como diz o Papa – e até de interacção, sobretudo com as crianças. Ficarão na zona diante do sacrário, um local predilecto dos três pequenos Videntes.

A obra foi adjudicada à escultora no início de 2023 e será apresentada publicamente neste dia da bênção, o primeiro domingo após a festa litúrgica de Francisco e Jacinta Marto, que a Igreja celebra anualmente a 20 de Fevereiro. Assim, a 25 de Fevereiro deste ano, contamos com a presença massiva da Comunidade Cristã da Golpilheira em mais uma celebração da sua fé, da sua vitalidade e da sua valorização artística, patrimonial e, até, turística.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email
Captura de ecrã 2024-04-17, às 12.19.04

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress