Há pressa no ar nas vigararias de Leiria

Destacam-se, entre os vários sítios por onde passaram os Símbolos, a presença no Brisas do Lis Night Run, com dinamização do Serviço de Pastoral do Ensino Superior.
http://lefa.pt/?p=52800

Faltam…

00Dias
00Horas
00Minutos
00Segundos

Para a JMJ 2023!

A vigararia de Leiria recebeu os Símbolos das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) no dia 3 de maio e até ao dia 6 não houve nada que os parasse.

A Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani estiveram em todas as paróquias da vigararia, levando a alegria e a fé às escolas, colégios, lares, centros comerciais, prisões e até aos campos de futebol.

Destacam-se, entre os vários sítios por onde passaram os Símbolos, a presença no Brisas do Lis Night Run, com dinamização do Serviço de Pastoral do Ensino Superior; a inauguração do mural alusivo à JMJ Lisboa 2023, na rotunda que liga as escolas Francisco Rodrigues Lobo e de Educação e Ciências Sociais; a visita ao Hospital de Santo André, que juntou um grupo de jovens para animar não só o exterior do hospital, mas também os corredores e os quartos; o momento de oração ecuménica que aconteceu na igreja da Quinta do Alçada, Marrazes, em que se juntaram, aos jovens da vigararia, membros das comunidades Grego-Católica e Evangélica; e, por fim, a presença na cidade de Leiria durante todo o dia de sábado, passando pelo Mercado Municipal, a Feira de Leiria, o Castelo e a terminar em grande festa no ENDIAD – Encontro Diocesano de Adolescentes.

A meio da tarde de sábado, os Símbolos das JMJ foram visíveis em todos os cantos da cidade, quando subiram à torre de menagem do Castelo, transportados pelos jovens da vigararia. Foi esse o momento que deu início ao ENDIAD, dispersando todos os jovens participantes, colorindo Leiria com as cores da JMJ: verde, amarelo e vermelho. Foi também neste dia, que a Vigararia de Leiria se despediu dos Símbolos, entregando-os à vigararia dos Milagres depois de uma caminhada noturna pela cidade.

As palavras de alguns jovens

Ao transportar os Símbolos senti responsabilidade, alegria, felicidade e, ao mesmo tempo, trabalho em equipa, pois o Ícone e a Cruz são pesados. Gostei muito da parte em que fui eu e mais alguns jovens a levar a Cruz para o Castelo de Leiria, ver o Bispo a passar de avião e a olhar para nós no topo do Castelo e ver os todos os que participaram no ENDIAD a dizer adeus e a cantar o hino foi bonito. A experiência de estar junto dos Símbolos foi única. Naquela altura estávamos todos para o mesmo e vi à minha volta pessoas com vontade e emoção em estar com os Símbolos. Pensar que vou participar neste grande evento é motivo de ânsia, pela positiva! Da Jornada Mundial da Juventude espero tudo, nunca participei numa, ao mesmo tempo para mim é uma incógnita saber o que vai acontecer mas estou preparado e motivado para ir!
Miguel Almeida, 22 anos, Azoia

Estar com os Símbolos trouxe para a minha vida, sobretudo, o sentimento de presença, de fazer parte de algo. É muito diferente saber que os Símbolos estão cá e os Símbolos estarem mesmo cá. No acolhimento dos Símbolos, não estava à espera de ver tanta gente a encher a nossa Sé e, principalmente, malta jovem. O que me deixou de coração cheio foi ver o poder atrativo que os Símbolos têm, de ver a Sé cheia de malta jovem.
Resumo a presença dos Símbolos na vigararia de Leiria nas palavras impactante, reflexão, alegria e expectativa para a Jornada Mundial da Juventude.
Iasmina Sacoor, 20 anos, Azoia

Arquivo PDF
http://l-f.pt/hapressa
O módulo não pode ser fornecido porque o conteúdo solicitado não é (por mais tempo) acessível. Entre em contato com o administrador para obter acesso.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress