Festeiros dos Pousos oferecem donativo aos Escuteiros

Um gesto inédito: se endereçar mil euros do lucro apurado e o encaminhar para o Agrupamento, em sinal de gratidão e para ajuda às obras em curso.

Um gesto inédito foi anunciado em junho pela Comissão da festa ao Senhor dos Aflitos da paróquia dos Pousos: a proposta de se endereçar mil euros do lucro apurado e o encaminhar para o Agrupamento, em sinal de gratidão e para ajuda às obras em curso.

A Paróquia acolheu a ideia, e no dia 30 de outubro, por ocasião do aniversário do Agrupamento, o gesto materealizou-se.

A Cristina, em nome dos Festeiros nascidos em 1972, leu o seguinte texto, que é magnífico:

Aqui ficam as palavras que quisemos deixar:

Como tem vindo a ser tradição, as pessoas que fazem 50 anos juntam-se todos os anos com o objetivo de organizar as Festas dos Nossos Santos, em particular NSRA do Desterro e NSR dos Aflitos.

Principalmente esta última, a Festa do NSR dos Aflitos é um evento que nos deixa bastante apreensivos, pois são 4 dias de festa que obrigam a um grande planeamento e uma grande responsabilidade.

A Festa envolve, ter:

– um bar de comes e bebes, barracas de cerveja, uma quermesse, eventos e atividades, grupos musicais,

– procissões, missas, andores, decoração igrejas

– um serviço de restaurante que consiste em vender senhas, coordenar a entrada das pessoas no salão, conduzi-las às mesas, preparar e fazer a comida, lavar loiça, servir às mesas, servir no bar, coordenar os pedidos, coordenar os frangos, e muitas, muitas outras tarefas.

Tudo isto para vos dizer que nada se faz sem pessoas!

Como sabem os Festeiros de 72 não é um grupo muito grande, por isso teria sido impossível dar conta do recado senão fosse a ajuda, o contributo, a cooperação, a disponibilidade e o apoio da comunidade em geral, dos amigos, dos familiares, dos festeiros de anos anteriores e tantos outros.

No entanto, para nós ouve um grupo que se destacou pela dimensão. Pois eram muitos e espalhados um pouco por toda a festa com grande incidência no Restaurante onde foram incansáveis durante os 3 dias que servimos refeições, e a grande maioria veio nos 3 dias, fazer almoços e jantares e até houve quem passasse horas a lavar pratos.

Destacaram-se ainda pela organização das procissões, pelo controlo do trânsito e ajuda nos andores e até distribuíram águas para quem tivesse sede no percurso.

Pela sua disponibilidade, generosidade, gratuitidade e resiliência, assim se destacaram os Escuteiros.

Os Escuteiros fazem parte desta Paróquia, desta comunidade e estamos habituados a vê-los por aí em qualquer atividade ou evento da Paróquia. E às vezes nem nos apercebemos bem da sua contribuição e disponibilidade para com a comunidade até lidarmos assim bem de perto com eles.

Nestes últimos anos, os escuteiros foram prejudicados várias vezes com incêndios na sua sede, muitos teriam desistido, no entanto a sua persistência leva-os mais uma vez a recomeçar das cinzas e isso é muito importante é um exemplo e deve ser reconhecido, pois muitas crianças desta comunidade vivem o escutismo.

Por todos os motivos apresentados e mais alguns decidimos com o consentimento da Paróquia, entregar este valor simbólico como reconhecimento do esforço desenvolvido em prol da comunidade e neste caso em especial à ajuda prestada aos Festeiros de 72, um pequeno contributo para que se erga a nova sede.

Muito Obrigada Agrupamento Escuteiros 877 Pousos!

Na próxima edição desejamos recuperar o texto da Chefe do Agrupamento, em resposta e esta extraordinária mensagem.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress