Encerramento da catequese na Freixianda

http://lefa.pt/?p=58023

No dia 9 de junho, a catequese encerrou o ano de atividades em festa. O cenário escolhido para a realização foi o Parque de Lazer da Freixianda, um espaço aprazível e deslumbrante, pelo elevado porte das árvores com suas ramagens verdejantes, pelo amplo lago que lhe dá frescura e pelas excelentes infraestruturas que dão apoio a todo o espaço.

Foi neste cenário que, durante toda a tarde, decorreu a festa de encerramento da catequese. O tempo estava ameno. A chuva, que ameaçou estragar a festa, conteve-se e nem sequer pingou. Os catequistas preparam o espaço para nele ser celebrada a Eucaristia e, a seguir, ser servido o lanche partilhado. Para os jogos tradicionais, que também se realizaram, não foi preciso preparar o espaço. Bastou ir provido dos elementos que iriam entrar nas brincadeiras.

Na Eucaristia, fizemos memória das aprendizagens e vivências de todo ano, com especial destaque para a festas da catequese e para as campanhas realizadas para a vivência do Natal e da Páscoa. Na zona do altar, estavam patentes alguns dos símbolos usados nessas festas e campanhas. De tudo demos graças a Deus e ao Amigo Jesus. No momento da oração universal, uma criança ou adolescente de cada catecismo manifestou a sua alegria por tudo o que conseguiram aprender e pediu a Jesus que os ajudasse a viver sempre aquilo que aprenderam, mesmo nas férias, porque para Deus não pode haver férias.

Seguiu-se o lanche e as brincadeiras. Depressa as mesas ficaram recheadas de tudo aquilo que os pais preparam e trouxeram: carnes, pizas, muitos bolos e doces, bebidas. E, depressa, miúdos e graúdos se acercaram para saciar o apetite que parecia já se fazer sentir. Ao repasto juntou-se o convívio e a alegria de poder estar juntos. E, logo, de estômago aconchegado, surgiram as brincadeiras, a partir de alguns jogos tradicionais e outros mais atuais, conforme a inspiração do momento ou a ideia que já traziam. Foi gratificante poder observar a descontração, a competição saudável e, sobretudo, a felicidade de poder disfrutar momentos tão agradáveis uns com os outros, pelo simples facto de todos terem frequentado mais um ano de catequese.

Tudo decorreu muito bem. Só foi pena terem faltado tantos, talvez mais de metade dos que frequentam a catequese. Não conseguimos perceber porquê. Por ser véspera de feriado? Não nos parece! Por as festas, a propósito disto ou daquilo, já virarem rotina? Talvez seja mais esta a razão. Só perdeu quem faltou! Mesmo assim, entre pais, catequistas, adolescentes e crianças, seriamos mais de uma centena.

Em nome da comunidade paroquial, queremos reconhecer, apreciar e agradecer o desempenho dos catequistas, o contributo dos pais nesta festa de encerramento e em todo o percurso percorrido ao longo de mais um ano. Acreditamos que a catequese deixa marcas na vida dos catequizandos e suas famílias.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress