DIÁLOGOS COM O SENHOR 27

Senhor, hoje não encontro inspiração para escrever sobre a minha vivência da fé.
http://lefa.pt/?p=54857

– Senhor, hoje não encontro inspiração para escrever sobre a minha vivência da fé.

– Escreve sobre o teu amor por Mim.

– Era mais fácil, Senhor, escrever sobre o Teu amor por mim, por nós.

– Isso julgas Tu, meu filho. Afinal conheces verdadeiramente tão pouco do Meu amor por ti, por vós!

– Sim, Senhor, acredito que não consigo, nem por um pouco, abarcar toda a dimensão do Teu infinito amor por mim, por nós.

– Não te preocupes com isso. Basta-te saber que te amo, que vos amo, com amor infinito e eterno e que dei a vida por ti, por todos vós.

– Escrever sobre o meu amor por Ti, Senhor, é algo de muito difícil, a não ser escrever com toda a simplicidade e toda a sinceridade que Te amo, que Te quero amar acima de todas as pessoas, acima de todas as coisas.

– Eu sei, meu filho, que esse é o desejo profundo do teu coração, mas como concretizas tu esse amor que Me tens e queres ter?

– Oh, Senhor, como tantas vezes digo e escrevo é tão fraco o meu amor por Ti. Tão inconstante, tão volúvel, tão frágil!

. Meu filho, quem sabe do teu amor por Mim, sou Eu. Tu apenas tens que amar com todas as capacidades que te dei.

– Reparo, Senhor, que me dizes “tens que amar” e não “tens que Me amar”?

– De propósito, meu filho, porque se tu amas com amor verdadeiro o teu próximo, seja ele qual for, é a Mim que tu amas.

– Ai, Senhor, que assim tudo se complica, porque há ainda tanta gente à minha volta que eu não amo, ou seja, que eu ainda não tenho verdadeiramente no meu coração. Até, confesso humilde e envergonhadamente, algumas pessoas me causam, digamos, aversão.

– Eu estou em todos, mas é nesses, particularmente e em relação a ti, que me faço presente, mesmo que eles não Me queiram, porque a todos amo sem aceção de qualquer espécie.

– Mas isso és Tu, Senhor, que tudo podes, cujo amor é infinito e sem quaisquer barreiras, pois até amas aqueles que Te repudiam.

– Por isso, meu filho, é imprescindível que Me ames acima de tudo, porque só no Meu amor e com o Meu amor, tu podes amar aqueles que te são mais difíceis de amar, para assim também os guardares no teu coração e por eles intercederes junto de Mim.

– É tão belo, Senhor, o Teu amor, mas tão difícil de viver, porque só amando, ou melhor, só querendo amar como Tu amas, é que o amor se torna verdadeiro amor.

– É verdade, meu filho, mas repara que já te fiz sentir, de vez em quando, esse amor que te tenho e com o qual tu deves amar os outros e, sabes bem, como tudo se iluminou na tua vida, como a paz e a serenidade te fizeram sentir irmão de todos e a felicidade te deslumbrou por momentos.

– É verdade, Senhor! Obrigado por esta conversa que nunca tem fim e por isso continuo, pedindo-Te que me ensines a amar como Tu amas.

– Deixa-te tomar pelo Meu amor. E, quando estiveres com dúvidas, pede-Me amor para com ele amares mais e melhor e, em cada momento de intranquilidade ou de escuridão, reza a oração ao Pai que vos ensinei, porque ela contém tudo o que é necessário para amares e seres amado.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress