Dia Mundial dos Avós e dos Idosos: como preparar e viver o dia 23 de julho

Algumas indicações para a organização do Dia Mundial. Cada um encontrará com criatividade a maneira mais apropriada de celebrá-lo a partir do seu próprio contexto pastoral.
http://lefa.pt/?p=53636

Chegando à sua terceira edição, o Dia Mundial dos Avós e dos Idosos vai-se confirmando como um evento fixo na vida das comunidades eclesiais e enriquece-se de novos significados.

A atenção aos avós e aos idosos não é apenas um dever de gratidão e afeto, mas uma necessidade para construir uma sociedade mais humana e fraterna. O Santo Padre, na sua mensagem para este Dia, convida a reconhecer o seu valor na transmissão da fé e da esperança às novas gerações e a fazê-lo não de forma ocasional, mas permanente. A ideia não é celebrar os idosos uma vez por ano, mas fazer com que se sintam parte integrante da família cristã e da história comum.

Além disso, em muitas partes do mundo eles são o ponto de referência para as comunidades e guardiões da memória. Dentro das comunidades, é necessária uma mudança de mentalidade, superando os preconceitos que fazem os idosos parecerem pessoas passivas e inúteis, e acostumando a uma atenção pastoral marcada pela reciprocidade e pela partilha.

O terceiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que será celebrado no dia 23 de julho de 2023, tem como tema “A sua misericórdia se estende de geração em geração” (Lc 1, 50). Este versículo lembra que a misericórdia de Deus se manifesta na história através dos testemunhos daqueles que a experimentaram e que a transmitiram aos seus filhos e netos. Os avós e os idosos são chamados a serem portadores desta misericórdia, a contar, com palavras e com a vida, o quanto Deus foi fiel às suas promessas e como continua a amar o seu povo. São chamados também a receber a misericórdia de Deus, a deixarem-se consolar por seu amor paternal que nunca os abandona.

O Dia Mundial dos Avós e Idosos é uma oportunidade para dizer mais uma vez, com alegria, que a Igreja quer fazer festa juntamente com aqueles que o Senhor – como diz a Bíblia – “saciou com longos dias”.

O Dia Mundial dos Avós e dos Idosos deste ano está intimamente ligada à Jornada Mundial da Juventude, que se realizará em Lisboa de 1 a 6 de agosto. Essa relação é evidente na mensagem que o Papa Francisco dirigiu aos idosos, convidando-os a rezar e abençoar os jovens que participarão da JMJ, e aos jovens, exortando-os a visitar e escutar os avós e os idosos da sua comunidade. O Papa ressaltou que, entre as duas gerações, há uma comunhão de vida e de fé, uma reciprocidade de dom e de gratidão, um testemunho de esperança e de caridade.

Indicações pastorais

A visita às pessoas idosas sozinhas
• Para levar a todos – mesmo aos mais isolados – a mensagem de proximidade e consolo que o Dia quer exprimir, pedimos que sejam realizadas visitas aos avós e às pessoas idosas sozinhas da sua comunidade e lhes entregue a mensagem do Santo Padre.
• A visita, sinal tangível da Igreja em saída, é um modo para reafirmar que os idosos, mesmo os mais solitários, estão no centro das nossas comunidades.
• A visita manifesta a escolha pessoal de levantar-se e ir apressadamente em direção aos outros (cf. Lc 1, 39), como também o fez Maria para ir visitar a idosa Isabel.
• A visita pode ser uma ocasião para oferecer um presente, por exemplo, uma flor, e para ler juntos a oração do Dia Mundial dos Avós e dos Idosos.
• A visita a um idoso é uma das possibilidades para obter uma Indulgência Plenária concedida durante esse Dia.
• O encontro entre jovens pessoas e idosas, e a amizade que dele pode nascer, demonstram que a misericórdia do Senhor se estende de geração em geração.
• Para disseminar a mensagem deste Dia, podem-se publicar nas redes sociais fotos das visitas com a hashtag #AvoseIdosos

A preparação do Dia Mundial com os idosos
• As pessoas idosas são o destinatário principal das atividades do Dia. É a eles que se dirige a mensagem do Papa.
• É importante fazer com que o maior número possível de idosos participe pessoalmente da liturgia dominical celebrada por ocasião do Dia Mundial dos Avós e dos Idosos.
• Depois da pandemia, em muitos contextos, a participação dos idosos na missa dominical diminuiu. Esse Dia pode ser uma oportunidade para ajudar os idosos retomarem o costume de participarem da missa presencial.
• Podem-se convidar os idosos da paróquia ou realidade eclesial para um momento de reflexão sobre a mensagem do Papa para o Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que pode ser distribuída a todos os participantes
• Pode-se pedir aos idosos que façam uma oração especial pelos jovens e, em particular, por aqueles que participarão da JMJ em Lisboa e pelo sucesso do evento.
• Através das visitas aos idosos sozinhos, pode-se fazer com que a mensagem chegue até mesmo àqueles impossibilitados de participar dos encontros.
• Podem-se confiar a todos os avós e pessoas idosas visitadas por ocasião desse Dia Mundial as intenções do Santo Padre, juntamente com as intenções particulares da comunidade.

A preparação do Dia Mundial com os jovens
• Pode-se convocar os jovens da comunidade algumas semanas antes do Dia Mundial para explicá-la e garantir que as suas visitas cheguem ao maior número de idosos possível.
• Os jovens que partem para a JMJ em Lisboa – ou que celebrarão a JMJ de outra forma – podem ser convidados a visitar um idoso sozinho antes de viajar.
• Podem organizar também campanhas nas redes sociais para difundir o conteúdo do Dia usando a hashtag #AvoseIdosos
A indulgência plenária
• A Penitenciária Apostólica promulgou um decreto com o qual concede uma Indulgência Plenária por ocasião do Dia Mundial dos Avós e dos Idosos.
• As pessoas idosas podem alcançar a Indulgência participando das missas celebradas nesse Dia.
• Posto que alguns idosos não estão em condições de participar da missa presencialmente por motivos de saúde, a Indulgência estende-se àqueles que participem pela, pelo rádio ou pela internet.
• Além destes, a Indulgência é concedida a todos os que, por ocasião do Dia Mundial, realizarem uma obra de misericórdia ao visitar uma pessoa idosa sozinha.

Subsídio litúrgico

• Uma das missas do domingo, 23 de julho, seja dedicada à celebração desse Dia Mundial com os avós e os idosos da paróquia ou comunidade.
• Para possibilitar a presença dos idosos na missa, os membros da comunidade podem se mobilizar para organizar o transporte dos que não podem deslocar-se sozinhos.
• Durante a celebração, os jovens da paróquia ou comunidade podem entregar a mensagem do Santo Padre aos avós e aos idosos.
• No dia 23 de julho e nos dias que precedem ou sucedem esta data, podem-se programar celebrações litúrgicas da Jornada Mundial dos Avós e dos Idosos em hospitais e lares de idosos, envolvendo, sempre que possível e de acordo com as normas de segurança e saúde, os membros da paróquia, para que as missas sejam animadas de maneira conveniente.
• A coleta das missas desse Dia pode ser destinada a apoiar projetos em favor dos idosos pobres da comunidade.

Sugestões para as preces

• Por todos nós, idosos, para que saibamos ser testemunhas da misericórdia do Senhor que se estende de geração em geração. Rezemos ao Senhor.

• Aos jovens, para que saiam “apressadamente” ao encontro dos idosos e lhes mostrem a ternura de Deus. Para que o mundo se encha da alegria que transborda do novo abraço entre os jovens e os idosos. Rezemos ao Senhor.

• Por todos nós, avôs e avós, para que possamos ser fonte de sabedoria para as nossas famílias, e para que aprendamos a transmitir o tesouro da fé aos nossos netos e às novas gerações. Oremos. Rezemos ao Senhor.

• Que mais nenhum idoso seja descartado ou abandonado, pela consolação dos que estão sozinhos e para a cura dos que estão enfermos. Para que a Igreja saiba oferecer aos idosos mais frágeis o bálsamo da proximidade e da misericórdia. Rezemos ao Senhor.

• Para que a Igreja, que em toda parte celebra o Dia Mundial dedicado aos avós e aos idosos, seja para eles sempre uma casa acolhedora. Pelo Papa Francisco, para que o Senhor o abençoe e proteja o seu ministério. Rezemos ao Senhor.

• Para que os avós consigam olhar com admiração para os netos, ouvindo-os e colocando-se ao lado deles como “mestres de vida”, com humildade e sabedoria. Rezemos ao Senhor.

Bênção final

Bênção da vida longa
Senhor Deus todo-poderoso,
que transmitistes a estes vossos filhos longa vida,
dignai-vos comunicar-lhes vossa bênção.
Que eles sintam a ternura e a força da vossa presença.
Olhando para o passado,
alegrem-se com vossa misericórdia,
e vislumbrando o futuro,
perseverem na esperança que não se acaba.
Por Cristo, nosso Senhor.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress