Deolinda e Manuel celebram Bodas de Ouro em tempo de pandemia

50 anos de matrimónio é um orgulho e felicidade para mim e para o meu irmão e não podíamos deixar de marcar esta data. Conseguimos convencê-los de que tínhamos de fazer "festa".

A vida é um dom que temos de celebrar sempre, e 50 anos de vida em comum da Deolinda e do Manuel não podiam deixar de ser celebrados. Não se podia deixar de se dar graças a Deus  só porque as regras da covid fazem parte das nossas vidas.

No domingo 27 de dezembro, dia da Sagrada Família, os meus pais fizeram 50 anos de matrimónio. No natal de 2019 começamos a desenhar a celebração deste dia, mas o ano 2020 trouxe a covid e os meus pais foram perdendo a motivação de celebrar as suas bodas de ouro.

50 anos de matrimónio é um orgulho e felicidade para mim e para o meu irmão e não podíamos deixar de marcar esta data. Conseguimos convencê-los de que tínhamos de fazer “festa”, que seria mais pequena, apenas com filhos e netos. Combinámos com o nosso pároco, padre José Baptista, a celebração da missa na capela da Serra de Porto d’Urso, que teve, entre outras intenções, esta comemoração e também os 39 anos de matrimónio do casal Ana Maria e Carlos.

Entrámos em contacto com a família e amigos, que eles gostariam que estivessem presentes, e pedimos-lhes mensagens para lhes serem entregues na data. Não sendo possível estar unidos presencialmente, estiveram unidos de coração.

A todos os que nos ajudaram nesta missão o nosso muito obrigado.

Receba as notícias do SÍNODO em tempo real

Pode, ainda, escolher quais as notícias que quer receber: destaques, lectio divina, catequese, da sua paróquia…

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

Leia esta e outras notícias na...