Cáritas de Leiria tem nova direção

Após um mandato de quatro anos, José Marques Sousa é substituído por Ana Isabel Mota...
http://lefa.pt/?p=55870

A Cáritas Diocesana de Leiria tem um novo elenco diretivo para os próximos quatro anos. Numa cerimónia que decorreu ontem, 21 de janeiro, durante a Missa das 19h00, na Sé de Leiria, D. José Ornelas formalizou a tomada de posse dos órgãos diretivos daquela instituição diocesana que opera na área social e é o rosto mais visível da ação sociocaritativa da Igreja.

Da esquerda para a direita: Arlindo Antunes, Nuno Alves, Maria Lurdes Nunes, José Mirante, Fernando Caseiro, Ana Isabel Mota, D. José Ornelas, Paulo Caseiro, padre Jorge Guarda, Lina Gaspar, Fernando Caseiro e Nelson Costa. Está ausente na foto, João Antunes, visível na foto seguinte (2º a contar da esquerda).

No decreto de nomeação publicado no dia 3 de janeiro de 2024, o bispo diocesano faz um agradecimento especial ao presidente que cessou funções, José Marques Sousa, “pelo diligente e dinamizador serviço da caridade, no desempenho da sua missão”. Após um mandato de quatro anos, José Marques Sousa é substituído por Ana Isabel Mota, que se faz acompanhar por José Mirante, Lina Gaspar, Nuno Alves, Maria Lurdes Nunes, Arlindo Antunes, Nelson Costa e Fernando Caseiro. O Conselho Fiscal passa a ser constituído por João Antunes, Paulo Caseiro e Fernando Cruz. A maior parte dos elementos, transitam da direção anterior, sendo que a própria presidente, Ana Isabel Mota, cumpria as funções de secretária.

WhatsApp Image 2024-01-22 at 10.09.26 (3)
A presidente da Cáritas, Ana Isabel Mota

A recém-empossada presidente da Cáritas Diocesana de Leiria-Fátima tem formação em assistência social e é nessa qualidade que manifesta a intenção de “melhorar a qualidade de vida das pessoas em situações vulneráveis: crianças, jovens e idosos, mas também adultos que precisem de integração social e profissional, fundamentada na ética e valores cristãos”. Nessa linha, a proposta programática que leva para a instituição a que preside, tem em vista a “minimização dos problemas dos mais vulneráveis e frágeis, acolhendo, servindo e acompanhando a pessoa, na assistência e partilha de bens”. “Comprometo-me dedicar todo o meu ser a esta causa nobre”, declarou na sua intervenção após as assinaturas da tomada de posse, referindo que, “nos próximos tempos, enfrentaremos desafios significativos, mas estou confiante, que, com a dedicação compartilhada desta Direção e do Conselho Fiscal, alcançaremos progressos significativos”.

Ana Isabel Mota deixou, ainda, uma palavra de apreço a todos os colaboradores da Cáritas que, “com o espírito caritativo e competência profissional, solidariedade e espírito altruísta”, são o suporte fundamental para todas as iniciativas que são desenvolvidas pela instituição. Neste sector, a presidente destaca “um grupo especial e essencial dentro da nossa Família Cáritas” que são os voluntários — “os da Loja Social ou da Cáritas Jovem, os monitores da Colónia de Férias e todos os outros que colaboram com a sua dedicação e generosidade”. É com eles que se compromete a “fortalecer os laços, capacitando-os e reconhecendo o valor inestimável do seu trabalho”. Desafiou ainda, e de forma mais particularizada, os voluntários da Cáritas Jovem “a substituir os medos pelos sonhos, e com a sua criatividade, apresentar e desenvolver novos projetos”.

O momento também foi aproveitado para agradecer aos parceiros, mecenas e doadores solidários, que tornam possível o trabalho realizado pela Cáritas.

Tomada de Posse da Cáritas de Leiria (2024-01-21)

A Cáritas Diocesana de Leiria, pela sua natureza, integra a Cúria diocesana, fazendo, assim, parte do grupo de serviços que auxiliam o bispo no governo da Diocese. Tem, no entanto, estatutos próprios, garantindo a especificidade e autonomia que lhe são próprias. O seu âmbito é a dinamização da pastoral da caridade e do serviço aos mais pobres em toda a comunidade diocesana. Para além do que está definido nos seus estatutos, compete-lhe ainda identificar as situações de pobreza, nas suas diversas manifestações, e estudar as respostas possíveis por parte da comunidade cristã, e constituir serviços de apoio e de coordenação das instituições de solidariedade social, pertencentes a entidades canónicas no âmbito da Diocese. Nesse sentido, procura apoiar as paróquias na dinamização da pastoral social e na formação dos seus agentes, de modo particular, em ordem ao conhecimento e divulgação da doutrina social da Igreja.

Decreto de Nomeação
https://drive.google.com/file/d/1BMuAQbTZJe0wyMJt5fKrqutja-8WIZyB

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress