Aluna do Colégio de São Miguel escreve sobre a Laudato Si

O Departamento Nacional de EMRC desafiou os diferentes secretariados diocesanos a entrarem na dinâmica, à qual chamou: Causa Comum! Cada secretariado partilhou algo de maneira a ser possível a sua divulgação no site Educris.

Pela comemoração do quinto aniversário da encíclica “Laudato Sí” do Papa Francisco, que fala de uma “conversão ecológica”, a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica do Colégio de São Miguel associou-se à celebração deste tempo da Criação.

O Departamento Nacional de EMRC desafiou os diferentes secretariados diocesanos a entrarem na dinâmica, à qual chamou: Causa Comum! Cada secretariado partilhou algo de maneira a ser possível a sua divulgação no site Educris. A cada diocese foi atribuído um verbo, sendo que à de Leiria-Fátima coube o verbo “Defender”.

A nossa aluna Rebeca Pereira do 10.ºC aceitou tal desafio e o seu belo texto (abaixo) foi publicado no Educris, em nome da nossa Diocese.

Defender a vida é nossa causa comum!

No 5.° aniversário da encíclica Laudato Si, o apelo do Papa Francisco nunca foi tão necessário como agora; no contexto de uma pandemia global que nos leva a repensar as nossas convicções e coloca à prova os nossos valores como cidadãos e cristãos, o cuidado com a casa comum torna-se uma necessidade intransmissível. De maneira repentina, por causa de um inimigo invisível e letal, temos a oportunidade de sermos retirados dessa prepotência dormente do mundo contemporâneo – o ser humano não está acima da criação, mas é parte
dela e com ela sofre e perece. Como estávamos à espera de continuar saudáveis numa casa doente?

A verdade é que já há muito estamos doentes, infetados pelo vírus da indiferença, da ganância e do individualismo, mergulhados numa cultura do descarte de tudo e de todos. A situação em que nos encontramos é o reflexo daquilo que crescia em nós – a despreocupação com a natureza, com o próximo e com a vida.

Enquanto pessoas e histórias são reduzidas a estatísticas nos telejornais, escondemo-nos atrás de máscaras, assustados com um cenário dramático que põe a nu e revela a vulnerabilidade e a fragilidade da nossa condição humana. Fechados em nós mesmos esquecemo-nos que, como discípulos de Jesus, defender a vida não é só um apelo; é a nossa vocação.

Se nos recusarmos a acolher este chamamento nos nossos corações jamais seremos capazes de curar o mundo. Assumir o dever de defender a vida é o bem mais nobre; é o único caminho para o fim desta pandemia. Devemos voltar o nosso olhar para o próximo, abrir os nossos ouvidos às súplicas dos irmãos que sofrem e tornarmo-nos protetores desta causa comum. Caso contrário, as gerações futuras, insensíveis à dor do outro e incapazes de sentir compaixão, estarão desabrigadas num planeta que outrora acolhera o ser humano, mas por ele acabou por ser destruído.

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…


Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.