Assembleia vicarial da Marinha Grande a discernir a Conversão Pastoral

Reuniu este sábado, 13 de abril, na igreja de Picassinos, a Assembleia vicarial da Vigararia da Marinha Grande.
http://lefa.pt/?p=57338

Reuniu este sábado, 13 de abril, na igreja de Picassinos, a Assembleia vicarial da Vigararia da Marinha Grande.

Começou muito bem com um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, presidido pelo nosso bispo, D. José Ornelas.

Realmente, para nos reunirmos em Igreja, para debatermos a Igreja, para encontrarmos os caminhos da vontade de Deus para a Igreja, só o podemos fazer colocando em primeiro lugar Jesus Cristo, Cabeça da Igreja, e n’Ele e com Ele, deixarmos que o Espírito Santo nos guie.

Seguiu-se um breve momento de apresentação dos temas a debate, que se focavam sobretudo na necessidade de percebermos e discernirmos a Conversão Pastoral da nossa Diocese de Leiria-Fátima, mormente no que diz respeito à possível criação de Unidades Pastorais.

Devido à falta de vocações sacerdotais, percebe-se com facilidade que a “tradição” de uma paróquia e um pároco, começa a tornar-se muito difícil, para não dizermos impossível.

Assim é preciso encontramos caminhos para esta indispensável conversão pastoral da diocese, embora a mesma não se reduza apenas à falta de sacerdotes.

Com efeito, torna-se necessário perceber que a Igreja precisa colocar ao seu serviço os leigos que têm preparação para servir a Igreja, (e dar formação a todos os que se sentem chamados a servir), para que os sacerdotes possam estar mais livres para o seu ministério sacerdotal, muito especialmente na celebração dos Sacramentos, sobretudo aqueles a que apenas eles podem presidir.

E foi isso que fomos fazendo depois, divididos em vários grupos, para analisarmos e debatermos as perguntas que nos eram feitas no documento proposto.

Findo esse tempo de grupos de partilha teve lugar um lanche muito bem servido, para nos lembrarmos também que é à volta da mesa que melhor nos reunimos, seja em Igreja à volta da Mesa da Palavra e da Mesa da Eucaristia, seja nas nossas casas, em família.

Depois encontrámo-nos no salão de cima da igreja de Picassinos, (são sempre curiosas estas referências à “sala de cima”), para ouvir as conclusões dos diversos grupos de partilha e ouvirmos as palavras do nosso Bispo sobre a conversão pastoral da nossa Diocese, exortando-nos a estarmos abertos às necessárias mudanças.

Tal como começámos, também acabámos com a celebração da Eucaristia, a presença viva e real de Jesus Cristo na assembleia dos fiéis que se reúnem em Seu Nome.

Precisamos rezar muito, pedindo que o Espírito Santo a todos ilumine para que seja feita apenas e só a vontade de Deus na Sua Igreja.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress