Assembleia Geral das Cooperadoras da Família

O Instituto Secular das Cooperadoras da Família (ISCF) vai reunir-se em Assembleia Geral, em Fátima, nos dias 14 a 22 de fevereiro.

Além do balanço da vida e ação dos últimos seis anos e da eleição da Coordenadora Geral para 2015-2021, o encontro visa “projetar a vida e ação/missão do Instituto à luz das constituições e da realidade atual, com o objetivo de imprimir renovado vigor à vocação e responder mais assertivamente aos desafios da missão”.

“O mote que irá iluminar, dinamizar e interpelar os trabalhos a desenvolver pelas delegadas à Assembleia será «No coração do mundo com o coração de Deus, ao serviço da família», que condensa a realidade dos institutos seculares e exprime a especificidade do nosso carisma”, refere Maria da Conceição Vieira, das Cooperadoras da Família, em nota enviada ao PRESENTE.

Na edição de 22 de janeiro deste ano, apresentámos este instituto secular, fundado na Guarda em 1933 pelo venerável padre Joaquim Alves Brás. As consagradas seculares são chamadas a viver no mundo à maneira de fermento, “para o transformar e consagrar a partir de dentro”. No caso das Cooperadoras, com a missão específica de “cuidar da santificação da família, fonte de vida humana e principal agente de transformação do mundo”. Uma missão que realizam “a sós, em família, ou em grupos de vida fraterna”. As que vivem em comunidade dedicam-se à dinamização das obras e atividades do Instituto, como a Obra de Santa Zita, o Centro de Cooperação Familiar, a Fundação Monsenhor Alves Brás, a Escola Profissional Agentes de Serviço e Apoio Social, a Juventude Blasiana/Focos de Esperança, as Mensageiras da Família e o Movimento por um Lar Cristão.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress