Arte e Eucaristia #22

Fichas da rubrica "Arte e Ver o Património", publicada semanalmente na Revista Digital Rede. Subscreva gratuitamente em rede.leiria-fatima.pt

Campainha de altar
Autor desconhecido, século XIX
Bronze fundido, soldado e cinzelado
Inv. n.º DLF.6188-XXX-26

Nota histórico-descritiva

As campainhas de altar, normalmente de metal não nobre, quando agrupadas, são popularmente conhecidas por carrilhões, por fazerem soar ao mesmo tempo os diferentes sons produzidos por cada um dos elementos e por comparação aos conjuntos de sinos dos campanários de muitas igrejas. 

O exemplo em análise apresenta quatro pés, haste ritmada com filetes convexos dispostos em espiral e pega de perfil elíptico, cujo programa decorativo é composto por motivos vegetalistas e florais. Uma estrutura, colocada na união entre a pega e a haste, suporta quatro campainhas, que são intercaladas por quatro elementos de inspiração vegetalista. As campainhas, de morfologia semiesférica, possuem a superfície decorada com filetes, delas pendendo o badalo. O instrumento idiofone é tocado pelo acólito (ou sacristão que assiste à celebração) em determinados contextos rituais da Eucaristia, como a elevação das espécies após a consagração ou para transmitir a alegria pascal em Quinta-Feira Santa e, sobretudo, na Vigília da Páscoa. 

 

Rubrica “Arte e Ver o Património” subordinada ao tema da “Eucaristia”, no âmbito do triénio pastoral. É publicada semanalmente na Revista Digital Rede. Subscreva gratuitamente em https://rede.leiria-fatima.pt

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress