Amor e Regueira de Pontes preparam entrada do padre Sérgio Henriques

No dia 25 de junho os conselhos pastorais e económicos da paróquias de Amor e Regueira de Pontes reuniram-se no edifício da Junta de Freguesia de Amor para prepararem a entrada do futuro pároco, o padre Sérgio Henriques. A orientar a reunião esteve o vigário geral, o padre Jorge Guarda, e o actual pároco, o padre Isidro, que irá ser vigário paroquial dos Marrazes.  Para além de aspectos relacionados com a tomada de posse do padre Sérgio, a concretizar-se no dia 6 de outubro, o encontro serviu para dar a conhecer os dinamismos das duas paróquias, pelo que iniciou com a apresentação individual de cada uma das 50 pessoas presentes.

“Os párocos passam, mas os serviços e as dinâmicas de cada paróquia ficam”, começou por dizer o vigário geral, chamando a atenção para a responsabilidade a que “cada um é chamado a exercer serviço na Igreja”. Salientou ainda que o “órgão mais importante da paróquia é o Conselho Pastoral porque é o que dá vida e promove a unidade cristão de cada comunidade”, coadjuvado pelos Conselhos Económicos, estes com funções muito específicas na gestão.

“Como vedes a vossa paróquia e como a apresentais ao vosso padre?” foi a questão que o padre Jorge Guarda deixou para que cada um dos presentes pudesse fazer um retrato ao padre Sérgio Henriques. Este teve a oportunidade de conhecer os diferentes centros de culto das duas paróquias, as características de cada uma das comunidades, as suas virtudes e defeitos e o que se pode esperar dos seus membros e dos diversos grupos que as constituem. No caso de Amor foi referido que dos três centros de culto existentes, a sede da paróquia é o que revela  mais deficiências ao nível da participação que se explica por vários motivos que vão desde o envelhecimento da população até aos constrangimentos provocados pelo Plano Diretor Municipal que impede a fixação de novas famílias no lugar. A freguesia de Regueira de Pontes foi apresentada com os seus dois centros de culto: a sede da paróquia e Chãs.

O padre Isidro aproveitou para se despedir dos seus paroquianos e desejar felicidades às duas paróquias e ao seu futuro pároco. Já o padre Sérgio agradeceu o acolhimento e fez um breve resumo da sua atividade enquanto padre da diocese de Leiria-Fátima. Revelou que assumir as funções de pároco foi um desejo que manifestou ao bispo D. António Marto e das quais já estava arredado desde que integrou a equipa de capelães do Santuário de Fátima. “Um padre não faz a paróquia, eu não posso substituir-vos nas vossas responsabilidades, mas quero caminhar convosco da melhor forma que sei e posso, e aprender convosco”, partilhou com os presentes, explicando que “as realidades de agora não têm nada a ver com as de 1994, ano em que comecei o meu serviço à Igreja na paróquia da Marinha Grande”. 

As celebrações em que vão ser feitas as tomadas de posse do novo pároco serão às 11h00 em Regueira de Pontes e às 16h00 em Amor. O padre Sérgio ainda não decidiu onde irá residir, mas avançou que existe uma grande possibilidade de não morar em nenhuma das paróquias e viver com outros colegas padres numa das paróquias vizinhas.

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia…

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter

Print

Print Friendly, PDF & Email

REDE - Revista Digital

Mais recente


Telegram: Leiria-Fátima News

Todas as notícias de www.leiria-fatima.pt em primeira mão no seu smartphone.
Canal unidirecional para divulgação de notícias da Diocese de Leiria-Fátima.

Telegram: Leiria-Fátima Chat

Canal de conversação da Diocese de Leiria-Fátima.
Para troca de ideias sobre os canais digitais da Diocese de Leiria-Fátima e partilha de conteúdos entre os seus colaboradores na área da comunicação.

Newsletter

Nota: Depois de submeter a sua inscrição, deve confirmá-la. As instruções estão num email que irá receber.