A Rússia e a Ucrânia vão ser consagradas ao Imaculado Coração de Maria a 25 de março

Papa Francisco fará consagração na Basílica de São Pedro e o Cardeal Konrad Krajewski fará a consagração em Fátima como Legado Pontifício.

A Rússia e a Ucrânia vão ser consagradas ao Imaculado Coração de Maria a 25 de março de, a pedido do Papa Francisco.

O Santo Padre fará a consagração durante a Celebração da Penitência que presidirá às 17h00 (hora de Roma), na Basílica de São Pedro. Em Fátima, na condição de Legado Pontifício, estará o cardeal Konrad Krajewski, Esmoleiro Apostólico, que fará o ato de consagração na Capelinha das Aparições, em hora ainda a definir.

No início do mês, o cardeal Konrad Krajewski, foi enviado pessoal do Papa à Ucrânia, e invocou um “diálogo para travar uma guerra cruel”, apelando à oração pela paz.

O esmoleiro do Papa, teve encontros com o chefe da Igreja greco-católica ucraniana, Sua Beatitude Sviatoslav Shevchuk, e o metropolita de Lviv, Mieczyslaw Mokszycki. Os três tiveram uma conversa telefônica com o Papa Francisco.

A Imagem n.º 13 da Virgem Peregrina de Fátima chega amanhã à Ucrânia, a pedido do arcebispo metropolita greco-católico de Lviv.

Recorde-se que neste mesmo dia, há 38 anos, o Papa São João Paulo II consagrou o mundo ao Imaculado Coração de Maria, diante da imagem da primeira escultura de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, que se venera na Capelinha e que se deslocou ao Vaticano nessa ocasião cumprindo a sua sétima saída da Cova da Iria.

O Pontífice que mais vezes visitou Fátima, em resposta aos apelos da Mensagem de Fátima, entendeu fazer um ato de consagração ao Imaculado Coração de Maria, no dia 25 de março de 1984, um ano de pois de ter iniciado o Ano Santo dedicado à Redenção.

A 25 de março de 2020, o cardeal D. António Marto consagrou Portugal e Espanha, e mais 22 países, ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, pedindo auxílio e proteção para os tempos de pandemia.

A 20 de outubro de 2019, os bispos católicos portugueses consagraram a Igreja Católica ao Sagrado Coração de Jesus, em Fátima, durante a missa de encerramento do Ano Missionário, no Santuário de Fátima, assinalando também os 175 anos de presença em Portugal do Apostolado da Oração.

A primeira consagração de Portugal ao Imaculado Coração de Maria aconteceu a 13 de maio de 1931, oito meses depois do reconhecimento oficial das aparições pelo bispo de Leiria, no final da primeira peregrinação nacional do episcopado português a Fátima.

Partilhar / Print

Print Friendly, PDF & Email

Leia esta e outras notícias na...

Receba as notícias no seu email
em tempo real

Pode escolher quais as notícias que quer receber: destaques, da sua paróquia

plugins premium WordPress