Notícias

Grupo da Imaculada

Categoria: Notícias
Criado em 02-12-2014

“Jesus quer estabelecer no Mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração”, disse Nossa Senhora aos Pastorinhos, na segunda aparição, a 13 de Junho de 1917. Estas palavras serviram, com certeza, para aproximar muitos cristãos desta especial devoção mariana. Mas talvez ninguém a tenha levado tão a peito como Maria das Candeias Martins Morgado, que em 1984 decide criar um movimento eclesial de leigos com esse único objetivo: difundir por todo o mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria.

O nome oficial é Fundação Apostolado do Imaculado Coração de Maria, mas apresenta-se normalmente com a simples designação de Grupo da Imaculada. Para concretizar a missão fundadora, a sua principal iniciativa é a construção de pequenos monumentos com a imagem de Nossa Senhora sob esta invocação em dezenas de localidades, em Portugal e pelo mundo inteiro, promovendo a consagração desses locais, mas também das famílias e dos fiéis que nelas habitam, ao Imaculado Coração de Maria.
Ao longo dos anos, foi engrossando as suas fileiras com mais e mais pessoas atraídas por esta causa mariana. Quase duas décadas depois da fundação, a 28 de junho de 2003, recebeu a aprovação canónica por D. Serafim de Sousa Ferreira Silva, então Bispo de Leiria-Fátima. Foi também reconhecido pela Conferência Episcopal Portuguesa, a 23 de outubro de 2010, como Movimento Eclesial de Leigos. Está atualmente em fase de reconhecimento pontifício.

 

Um monumento em cada coração

No trabalho de expansão dos monumentos que assinalam a presença visível desta devoção nas comunidades cristãs, os membros do Grupo da Imaculada acompanham as Comissões Locais, que os instituem e por eles zelam, participando anualmente na renovação da sua consagração ao Imaculado Coração de Maria.

Mas podemos dizer que é em cada coração, a começar pelo de cada um dos seus membros, que esse monumento começa por ganhar forma. Para dele cuidarem, têm mensalmente um dia de espiritualidade, além de retiros, encontros de formação e oração, peregrinações e dias de reparação ao Santíssimo Sacramento. Além disso, comprometem-se ativamente nas suas paróquias, nas atividades que lhes forem solicitadas, tanto em Portugal como no estrangeiro.
A prática diária da devoção ao Imaculado Coração de Maria não se limita à recitação do Rosário, mas sim a toda a Mensagem de Fátima, oração, penitência, mudança de vida, modéstia, a união das famílias e a sua vivência à luz do modelo de vida da Sagrada Família e a devoção dos cinco primeiros sábados, que Nossa Senhora pediu à Irmã Lúcia em Pontevedra a 10 de Dezembro de 1925.

 

Entrevista a Angelina Pinto Leite, co-fundadora e presidente do Grupo da Imaculada

"Nossa Senhora nos encaminhará para levarmos a qualquer ponto do mundo a devoção ao seu Imaculado Coração"

Nasceu em Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, mas vive atualmente em Fátima, na sede do Grupo da Imaculada. Angelina Pinto Leite foi a companheira espiritual de Maria das Candeias Martins Morgado e o seu braço direito, desde 1984, na criação da Fundação Apostolado do Imaculado Coração de Maria. Assumiu a presidência como sucessora natural, aquando da morte da fundadora, em 20 de agosto de 2003.

O Grupo da Imaculada surgiu em 1984, mas só foi aprovado canonicamente em 2003. Como foi esse processo de desenvolvimento e afirmação?

Como tantas realidades suscitadas pelo Espírito Santo na vida da Igreja, o Grupo da Imaculada nasceu e foi crescendo, em primeiro lugar, graças aos dons de Deus e, também, à correspondência de tantas pessoas, um pouco por todo o mundo. A aprovação canónica surgiu como resultado da confirmação e consolidação desse dinamismo.

Quem era Maria das Candeias Morgado?

A senhora Dr.ª Maria das Candeias, desde pequenina, manifestava grande amor a Jesus e ao Imaculado Coração de Maria. Renunciava a distrações próprias da sua idade, para se isolar e meditar nas maravilhas do Senhor. Achava todo o tempo pouco para rezar, meditar e preparar as suas atividades apostólicas e missionárias.

Sempre atenta à voz de Deus, no seu silêncio, foi inspirada para divulgar por todo o mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria, pedido feito por Nossa Senhora na segunda aparição de Fátima. Foi precisamente na expressão citada pela Irmã Lúcia que alicerçou o carisma do Grupo da Imaculada. Foi de tal maneira fiel que, ao longo da sua vida, sempre demonstrou um enorme entusiasmo e uma invencível coragem, enfrentando as maiores dificuldades sem nunca desanimar.

O Grupo nasceu, portanto, a partir da Mensagem de Fátima. Como resume o carisma e a espiritualidade que o sustenta e como o vivem na prática?

O carisma é, essencialmente, esse de difundir por todo o mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria. Fazêmo-lo na construção de um monumento que é já imagem do Grupo pelas terras de Portugal e no estrangeiro. Sendo um sinal exterior, significa que as famílias e cada pessoa daquela comunidade querem consagrar-se ao Imaculado Coração de Maria.
Por sua vez, cada membro do Grupo procura a sua santificação na vivência da Mensagem de Fátima, na oração, especialmente na recitação diária do Santo Terço, na vivência da devoção reparadora dos Cinco Primeiros Sábados, na participação em dias de espiritualidade mensais, encontros internacionais, encontros de formação, peregrinações, etc.

Que tipo de relação têm com o Santuário e com o seu plano pastoral próprio?

Anualmente, o Grupo da Imaculada procura conhecer o plano pastoral, não só do Santuário, mas também da diocese de Leiria-Fátima, e marca presença nos principais eventos previstos nesse plano, como peregrinações aniversárias, eventos diocesanos, etc. Além disso, existe uma relação de grande cordialidade e proximidade com o Santuário e com os seus responsáveis, que temos muito presentes nas nossas orações.

A vossa atividade concentra-se na diocese de Leiria-Fátima ou tem ramificações já noutros locais?

Não estamos apenas na diocese de Leiria-Fátima, mas em todas as dioceses de Portugal e em quatro continentes, já que há monumentos na África, na América e na Ásia, para além de vários países europeus. Proximamente, será feita a consagração do primeiro monumento na Rússia.

O Grupo da Imaculada tem um núcleo central constituído por 50 pessoas, mas um número incalculável de membros nas Comissões Locais onde está implementado.

Podemos falar, então, num grupo ou em vários “Grupos da Imaculada”?

O Grupo é um só, com sede em Fátima, com uma presidente e os seus colaboradores diretos, o Conselho Diretivo, o Conselho Geral e a Comissão Nacional, que orientam e acompanham as Comissões Locais e Internacionais nas atividades que lhes estão confiadas. É esse o princípio da nossa unidade.

Qualquer pessoa pode entrar para o grupo?

Podem entrar para o Grupo todos os que queiram aderir ao seu carisma e possam dele dar testemunho. O pedido de adesão é feito por escrito, comprometendo-se a aderir às suas normas e práticas.

Aonde falta ainda levar a devoção ao Imaculado Coração de Maria?...

A muitos locais... Nossa Senhora nos encaminhará para levarmos a qualquer ponto do mundo a devoção ao seu Imaculado Coração. O Grupo está sempre à disposição dos senhores bispos, para iniciar o seu apostolado onde a Igreja achar mais conveniente.

Luís Miguel Ferraz | Presente Leiria-Fátima

Partilhar:





Contactos

 

Serviços Gerais da Diocese


R. Joaquim Ribeiro Carvalho, 2 
2410–116 Leiria

Tel.: 244 845 030
Fax: 300 013 266

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Siga-nos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Liturgia Diária



© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados

© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados