Notícias

Equipas de Nossa Senhora (ENS)

Categoria: Notícias
Criado em 11-09-2014

As Equipas de Nossa Senhora (ENS) são um movimento católico de espiritualidade conjugal, que agrupa casais cristãos unidos pelo sacramento do Matrimónio.

O seu trabalho dirige-se aos casais que desejam viver melhor este sacramento e centra-se na formação de pequenas comunidades, chamadas “equipas”, que procuram viver no amor de Deus, através de propostas concretas: a escuta da Palavra, a oração pessoal, conjugal e familiar, o diálogo, a conversão e o aprofundamento espiritual. Na nossa diocese, quase duas centenas de casais integram o Movimento, que trabalha em estreita colaboração com o Departamento Diocesano da Pastoral Familiar.

 

ENS em números

De acordo com os últimos dados disponíveis:

As ENS estão implantadas em todos os continentes, num total de mais de 120.000 membros

A nível mundial, o português é a língua mais falada no movimento

Em Portugal, onde chegaram em 1955, as ENS contam mais de 13.000 membros, entre casais, viúvas e viúvos e sacerdotes conselheiros espirituais

Na diocese de Leiria-Fátima, existem 32 equipas, constituídas por 186 casais e 28 conselheiros espirituais.

 

Método das ENS

Pertencer às ENS é, antes de mais, dispor de um conjunto de ajudas à caminhada em casal, rumo à santidade. Estas “ajudas”, os “pontos concretos de esforço”, fazem parte do método das ENS e constituem orientações para meditar na Palavra de Deus, rezar (a sós, em casal e em família), superar as pequenas dificuldades que vão surgindo (regra de vida), diálogo em casal na presença do Senhor (dever de se sentar) e retiro anual.

Tudo isto é feito com o suporte da equipa (grupo de cinco a sete casais e um sacerdote conselheiro espiritual), que se reúne uma vez por mês para rezar, aprofundar os temas de estudo e para conviver. “A amizade entre os membros da Equipa acaba por fazer com que, sem laços de sangue, se crie uma grande família”, refere o casal Maria do Carmo e António Pedro, responsável pela ligação do movimento à Diocese. E conclui: “O espírito da entreajuda cresce, a amizade também, criam-se muitos laços… No caso da nossa equipa, até entre os filhos estes laços são muito fortes. Eles fazem questão de nos acompanhar às reuniões; também no caso deles a Equipa é uma ajuda importante, pois formam um bom grupo de amigos”.

 

Estrutura das ENS na Diocese

Atualmente, existem na Diocese 32 equipas, constituídas por 186 casais e 28 conselheiros espirituais. As ENS são agrupadas por setores, uma estrutura de serviço, formada por casais e um sacerdote conselheiro espiritual, que coordena um grupo de equipas que asseguram a ligação/animação das equipas de casais em fidelidade às orientações da equipa responsável internacional do movimento.

As equipas de setor são formadas por casais que exercem a sua missão durante um período de tempo definido, pelo que a responsabilidade vai sendo partilhada por todos.

Como o número de equipas veio a aumentar ao longo do tempo, neste momento há três setores na nossa Diocese, identificados pelas letras A, B e C

2014-09-12 equipas nomes

Apesar de haver três setores na Diocese, as atividades são conjuntas, pois trabalham em estreita colaboração entre si e com o Departamento Diocesano da Pastoral Familiar.

 

Como integrar as ENS

O ideal é que comunique com um casal de uma equipa de setor ou, se não for possível, com outro casal equipista. Os contactos dos responsáveis de setor estão disponíveis no portal www.leiria-fatima.pt ou na página maisemelhorfamilia.blogspot.pt. Este contacto permitirá o encaminhamento para uma reunião de informação, que visa dar a conhecer as bases e o modo de funcionamento do Movimento. Neste ano pastoral já estão agendadas duas reuniões de informação, a 5 de dezembro e a 24 de abril, ambas às 21h30, no Seminário Diocesano. Se numa paróquia ou vigararia houver um grupo de casais interessados em conhecer as ENS, na medida do possível, poderá agendar-se uma reunião de informação local.

 

Entrevista a Maria do Carmo e António Pedro, casal de ligação das ENS à Diocese

Maria do Carmo e António entraram no movimento há cerca de 16 anos. O contacto com casais do movimento despertou a vontade de integrar uma equipa. Da primeira reunião de informação a que assistiram saiu a equipa de seis casais de que fazem parte. Os laços de amizade que criaram entre si estenderam-se aos filhos, que naquela equipa são já 16. Em conversa com o PRESENTE, deram a conhecer, por dentro, a ação deste movimento de espiritualidade conjugal.

Em que se consubstancia a ação das ENS?

As ENS são um movimento de espiritualidade conjugal e, como foi dito pelo fundador, padre Henri Caffarel, visam “ajudar os casais a caminhar rumo à santidade, nem mais nem menos”. Deste modo, em fidelidade ao carisma fundador, as propostas do movimento visam ajudar os casais e as equipas a caminhar, segundo um método próprio.

Um aspeto importante é que “não é um movimento de ação, mas de casais ativos”. Os casais são incentivados a integrar-se nas suas comunidades e aí colaborar na vida da Igreja e da sociedade. E é isso mesmo que, por norma, acontece onde há casais equipistas, a maioria está integrada na vida da paróquia: catequese, animação litúrgica, grupos sócio caritativos, escuteiros, coros, etc.

Que papel assumem as ENS na vida conjugal?

Se um casal assumir o método das ENS, dispõe de uma série de ferramentas que vão assegurar a boa comunicação entre os cônjuges, essencial para que possam ser felizes. Quando casámos, assumimos um compromisso para toda a vida, mas somos diferentes um do outro e, se não houver diálogo franco, transparente e temperado com uma grande dose de humildade, se não houver capacidade para perdoar, é muito complicado… Sozinhos, é muito difícil. A proposta que nos é feita é que, em cada mês, se tire um tempo para dialogar, mas a três, na presença do Senhor. Chamamos-lhe “dever de se sentar” - este ano, no retiro, o padre Manuel Henrique acrescentou-lhe a palavra “prazer”… ficou “dever prazer de se sentar”.

Além disso, temos um conjunto de propostas que nos ajudam a caminhar na fé, desenvolvendo a oração e o aprofundamento da Palavra. A proposta está feita e muito bem testada, pois, desde 1939, milhares de casais já beneficiaram e continuam a beneficiar dela, com muito bons resultados.

Há o cuidado de haver um plano de formação. Como funciona?

A nível nacional, todos os anos se realiza um encontro de casais em Fátima. A estrutura nacional também promove uma série de encontros para equipas em diferentes fases. Começam com o Encontro de Equipas Novas, onde termina a primeira fase da caminhada, chamada pilotagem, e onde fazem o seu compromisso.

Depois, são as equipas de setor que dinamizam as atividades a nível diocesano: Missas mensais, o retiro, a Via-Sacra, entre outros.

Para além destas atividades, as ENS dispõem, em cada ano, de uma proposta de tema de estudo, organizado de modo a ser trabalhado ao longo dos meses, em casal e em equipa. As equipas podem trabalhar o tema do ano, ou outro que entendam ser mais importante para a fase em que se encontram. Também é publicada a nível nacional a “Carta” trimestral, revista com textos de aprofundamento e espaços de partilha da vida do movimento. Na página www.ens.pt está disponível documentação com caráter formativo. Localmente, as atividades são dinamizadas pelos setores e integram momentos de formação, procurando estar em sintonia com o tema do ano pastoral para a Diocese.

Qual é o maior desafio que o movimento enfrenta?

É chegar ao maior número de casais que possam beneficiar da integração numa ENS. As pessoas estão muito ocupadas, dividem os seus interesses por muitas coisas e não têm tempo. Além disso, é difícil convidar casais que não conhecemos; a maior parte dos casais que vai a uma reunião de informação responde a um convite pessoal que lhe é feito… Mesmo assim, em Leiria, nos últimos anos, tem-se formado, em média, uma equipa por ano.

A pertença a uma equipa ajuda os casais a crescerem no amor e a viverem e aprofundarem o seu compromisso matrimonial, evitando o afastamento que a nossa vida corrida tende a criar entre os cônjuges.

Este movimento é para casais unidos pelo sacramento do Matrimónio, mas não podemos fechar-nos nas nossas vidas e não ver os problemas que afetam a família. Assim, uma equipa criada a nível nacional prepara-se para iniciar o trabalho de reflexão sobre as novas realidades familiares, procurando que as ENS colaborem no grande desafio que é a procura de caminhos para bem acolher e ajudar essas famílias, em sintonia com a Igreja.

 

Diogo Carvalho Alves | Presente Leiria-Fátima

Partilhar:





Contactos

 

Serviços Gerais da Diocese


R. Joaquim Ribeiro Carvalho, 2 
2410–116 Leiria

Tel.: 244 845 030
Fax: 300 013 266

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Siga-nos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Liturgia Diária



© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados

© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados