Notícias

Festa de Nossa Senhora da Encarnação a 15 de agosto

Categoria: Notícias
Criado em 02-08-2017

O Santuário de Nossa Senhora da Encarnação, na cidade de Leiria, vai realizar a sua festa anual no próximo dia 15 de agosto. Nos três dias anteriores haverá preparação espiritual, com celebração da Eucaristia, bem como um jantar de convívio no dia 12 e um concerto de órgão no dia 14.

No dia próprio da solenidade haverá animação musical e gastronómica, ocorrendo pelas 15h0o a Missa solene. A encerrar os festejos, o Bispo diocesano, D. António Marto preside à Missa na Igreja de Santo Agostinho, donde partirá a procissão de velas para o Santuário.

 

 

 

 

 

Da beleza do espaço à beleza do mistério

Em ano jubilar, por ocasião do Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, ocorridas entre Maio e Outubro de 1917, sentimos ainda mais a importância da Virgem Maria na vida da Igreja e do mundo.

Os santuários, lugares de peregrinação por excelência, muitos deles ligados a devoções marianas, são o testemunho secular de como o Povo de Deus sempre encontrou em Maria o rosto maternal de Deus. Confiada por seu filho, na cruz, como mãe do discípulo predileto, nele toda a humanidade se encontra representada.

O Santuário de Nossa Senhora da Encarnação nasceu de uma pequena ermida dedicada ao Arcanjo Gabriel. Devido aos milagres que, segundo a tradição, ali ocorreram por intercessão de Maria, particularmente de curas a pessoas doentes, a devoção cresceu, erigiu-se o belo templo que hoje podemos contemplar e que data de 1588, dedicado a Nossa Senhora da Encarnação.

Ainda está por fazer todo um trabalho de pesquisa sobre a devoção e a romaria que se fazia, noutros tempos, a este santuário na cidade de Leiria. Alguns testemunhos evidenciam a importância e até a atração que Nossa Senhora exerceu junto de pessoas e comunidades, bem para lá das fronteiras da diocese e da região.

Ao contrário do que se possa pensar, as peregrinações aos santuários não estão em vias de extinção. Pelo contrário. O ritmo de vida das sociedades modernas, que provoca um grande desgaste mental, leva a que um crescente número de pessoas procure experiências de encontro com Deus. Os santuários, aliados a uma localização geográfica privilegiada, são lugares de atração, não só pela sua beleza paisagística e patrimonial, mas sobretudo à beleza dos mistérios de fé que neles se celebram.

É este património, espiritual e material, que hoje temos a missão de preservar e potenciar. Desde os inícios da história deste santuário se constituiu uma Confraria que tem como missão perpetuar a devoção a Nossa Senhora, bem como preservar todo o património que ao longo dos séculos nos foi legado pelos devotos e peregrinos.

Estou convencido de que a devoção a Nossa Senhora da Encarnação pode ser um excelente meio de evangelização. Numa sociedade do descarte e de desrespeito pela vida, sobretudo dos mais frágeis (entre os quais se encontram as crianças ainda não nascidas), falar de um amor responsável, do acolher de um filho como um dom de Deus, da família a partir do exemplo da Sagrada Família pode tornar este santuário um polo irradiador de um projeto de vida que vale a pena viver.

A Confraria de Nossa Senhora da Encarnação tem consciência de que muito há a fazer neste campo da evangelização. Seria um desperdício olhar para aquela igreja e santuário apenas como um belo cenário para a realização de celebrações matrimoniais. Se pudermos acrescentar a isto a história, a teologia da Redenção que se iniciou na Encarnação, o papel de Maria na vida das famílias e da Igreja, o valor da vida humana, estaremos a contribuir para uma devoção a Maria mais encarnada. Não a “santinha” a que se recorre para se obter favores a baixo preço, como alertou o Papa Francisco na Capelinha do Santuário de Fátima em maio passado, mas a mulher forte que pela fé se fez grande.

Muitos são os desafios, pesados os encargos para manter o santuário digno e poucos os recursos humanos e materiais. Mas não nos falta a confiança. Na história deste santuário houve momentos trágicos e até de ruína. Sempre se ergueu com a ajuda da Mãe de Deus. Particularmente os leirienses, que se habituaram a olhar para a Senhora da Encarnação como a sua padroeira, não deixarão de corresponder os apelos da mãe do céu e contribuir para a dignificação do seu culto e zelar pela sua casa.

P. Pedro Viva

Presente Leiria-Fátima

Partilhar:





Contactos

 

Serviços Gerais da Diocese


R. Joaquim Ribeiro Carvalho, 2 
2410–116 Leiria

Tel.: 244 845 030
Fax: 300 013 266

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Siga-nos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Liturgia Diária



© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados

© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados